‘Ciclista Dançante’ defende a felicidade como filosofia de vida

“Eu sou assim 24 horas por dia. Se Deus nos deu a vida, porque não ser feliz? E sou feliz aonde tenho vontade. Esse é meu lema.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem diz isso é a multitarefa Evelize Barboza da Silva, 36 anos, que, mesmo tendo que se desdobrar entre vários empregos e cuidar da família, nunca deixa de sorrir.

Lisa, como é conhecida pelos amigos, ajuda o marido a sustentar o lar com diárias, trabalhos com jardinagem, construção civil e até furando fossa séptica.

640x480-a472f11c15e8690ced4d72294769dfb0

Mães de três filhos e avó de duas crianças, ela ainda consegue ter tempo para estudar e concluir o ensino médio na Escola Estadual Joelina de Almeida Xavier, em Campo Grande (MS).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela usa sua bicicleta para ir de um trabalho a outro e sempre canta e dança quando tem vontade, como neste vídeo:

“Eu acho que todos nós temos problemas, temos dificuldades. Mas o que as pessoas não sabem, é que todos nós temos a capacidade de resolver estes problemas e não é com mau humor”, diz. Mãe de três e avó de duas crianças, Evelize diz que nunca se incomodou por ser chamada de louca. “Eu não me importo. Sempre acharam que uso drogas, que sou louca. Mas a verdade é que eu não bebo, não fumo e quase não saio de casa”, disse em entrevista ao site Midiamax.

Lisa também tem um canal no YouTube onde publica vídeos com mensagens de ânimo e pensamentos positivos.

via [Correio do Estado]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,444,158SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Tatuagem interativa para diabéticos muda de cor conforme os níveis de glicose no sangue

A tecnologia - que é linda quando a assistimos em ação - é mais uma ferramenta revolucionária de monitoramento da saúde.

Cientista brasileira desenvolve bioinseticida que mata larvas do mosquito Aedes aegypti

Segundo a cientista, o bioinseticida, apelidado de Inova-Bti, mata apenas as larvas do mosquito. Além disso, o produto não é tóxico e nem causa riscos à saúde humana ou de animais domésticos.

Menina de 4 anos fala “grosso” com pessoas que foram contra adoção de irmão com Síndrome de Down

O pequeno Archie, 7 anos, tem Síndrome de Dow e vive em um orfanato na Bulgária. E, lá, como em muitos lugares do mundo,...

ONG realiza 52 cirurgias para correção de lábio leporino e fenda palatina no Cariri (CE)

Ao todo, 104 pacientes passaram pela triagem e atendimentos médicos. As famílias dos pacientes também receberam um kit de mantimentos.

Katy Perry visita fã que não pôde ir ao seu show por causa de um tumor

Katy Perry dá mais uma razão para acreditarmos na sua doçura!

Instagram