Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC)


Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC)
PUBLICIDADE ANUNCIE

O catador de latinhas Mário Jorge Carneiro dos Santos, 58 anos, vestiu-se com a melhor roupa que tinha – um terno bege, camisa e gravata azul – para confirmar a conquista de uma vaga no processo seletivo da Prefeitura de Brusque, onde foi admitido como servente de serviços gerais da Escola Hilda Anna Eccel (Senac).

Após fazer o exame médico, Mário, que mora no albergue municipal da cidade catarinense, recebeu o documento que atestava: agora ele é um servidor público.

Orgulhoso pela conquista, o catador afirma que não trabalha com carteira assinada há cerca de dois anos, quando exercia a profissão de ajudante de caminhão em uma distribuidora de bebidas.

Ao ser dispensado, Mário diz ter entregue dezenas de currículos na esperança de ser contratado por uma nova empresa, mas a exigência em ter uma residência física era o fator decisivo para nunca o chamarem.

Leia tambémElectrolux cria curso profissionalizante e traz consciência para o desperdício de alimentos

Natural de Belém do Pará (PA), o ex-catador é filho de um pai alcoólatra na qual nunca teve muito contato, e após perder a mãe, largou a família que morava no Rio de Janeiro, viajando para Florianópolis para tentar a sorte e melhorar de vida.

Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC)
Ex-catador foi admitido como servente de serviços gerais. Foto: Divulgação / Prefeitura de Brusque

Sem sucesso na busca por um emprego na capital, decidiu mudar-se para Brusque, onde chegou no dia 8 de setembro. Detalhe: todo o trajeto foi feito a pé. “Foram três dias e três noites andando”, relembra.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Sobre a cidade de Brusque, Mário é só elogios. “Conheço oito estados, mas nunca estive em um lugar como aqui. Quando cheguei, olhei a rua e vi tudo limpinho”, recorda. Santos afirma deixar tudo nas mãos Deus, que sempre o guiou. “A ficha ainda não caiu. Agora vou deixar a oportunidade de catar latinhas para outra pessoa. Estou contente. Tenho certeza que minha mãe esta me vendo agora. Ela está comigo. Sempre esteve”, declara.

O vice-prefeitio da cidade, Ari Vequi, ao tomar conhecimento da história e força de vontade de Mário, fez questão de cumprimentá-lo e saudá-lo pela conquista da vaga no serviço público.”Seja bem-vindo! Desejamos muitas alegrias nessa nova etapa”, afirmou.

Ele salienta que o serviço realizado pela Secretaria de Assistência Social foi fundamental para ressocializar o ex-catador de latinhas e demais moradores que se encontravam em situação de rua no município.

Garantir oportunidades a pessoas que precisam é essencial para o reinserimento e ressocialização de indivíduos vulneráveis e marginalizados. Parabenizamos a Prefeitura de Brusque por serem sensíveis às necessidades dessas pessoas!

Leia tambémFábrica da Electrolux em São Carlos reduz em 99% o envio de resíduos orgânicos para aterro

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: O Município

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar