Faxineiro que ganha salário mínimo realiza ações sociais


PUBLICIDADE ANUNCIE

Você não precisa ganhar um bom salário para ajudar quem vive numa situação pior do que a sua. O faxineiro Emerson Alexandre Del Prado é a prova disso. Ele ganha um salário mínimo e ainda consegue separar R$ 200 para doar para a ONG Sciences, da qual é um dos fundadores, em Suzano (SP).

“Às vezes aperta o mês, mas eu nunca desisti do projeto. No tempo de criança eu passei necessidade também”, diz em entrevista à TV Diário.

dsc_0169

O dinheiro é usado para comprar alimentos para fazer pelo menos uma sopa por semana para moradores em situação de rua. Além disso, a ONG distribui roupas, brinquedos, livros e faz visitas a creches, escolas, hospitais e asilos. Quando falta dinheiro, ele recorre a doações. E quando faltam doações, ele recolhe descartáveis nas ruas para vender.

O trabalho conta com a ajuda de amigos e da irmã de Alexandre. As doações de alimentos e roupas são registradas em cadernos de protocolo guardados pelo faxineiro. A ONG foi fundada 20 anos atrás por um clube de ciências escolar e desde então já encaminhou doações para mais de 500 famílias e 50 entidades.

dsc_0153

A casa onde a mãe de Alexandre mora serve de espaço físico da ONG. É lá que Alexandre atende as ligações de pessoas oferecendo doações. Todos os dias, antes de ir trabalhar, ele visita as pessoas que a instituição acompanha e também busca doações de porta em porta.

+Desempregado que virou doméstico causa comoção do bem na internet

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Os recursos são poucos, tudo é feito pedindo. O povo me vê na rua e sai correndo porque sabe que eu vou pedir alguma coisa”, brinca.

Para saber mais sobre o trabalho da ONG Sciences e como ajudar, clique aqui.

14317584_1167344639995892_1068498021952100408_n 14330003_1167344243329265_1375974894344497813_n 14390832_1167344136662609_5486435900777909871_n

Fotos: Nicholas Modesto/TV Diário

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar