fbpx

Após apelo de mãe em redes sociais, ladrão devolve exames da filha com doença rara

Karis ficou tão emocionada que acabou abraçando a pessoa, sem nem pensar que poderia ter sido o ladrão. O coração de mãe falou mais alto.


apelo de mãe filha com doença rara
PUBLICIDADE ANUNCIE

Esta é uma história que mostra que por mais que as pessoas errem, elas podem se arrepender. Em Sertãozinho, interior de São Paulo, um ladrão invadiu uma casa, roubou alguns pertences, mas após apelo de mãe em redes sociais acabou devolvendo uma coisa importante. A casa que foi assaltada foi a da antropóloga Karis Bertuzo, que tem uma filha de 6 anos, Luiza, que sofre de uma doença rara.

Dentre os pertences roubados, havia o notebook de Karis e seu HD externo, que continha informações essenciais e todos os exames médicos já realizados pela pequena Luiza. Desesperada em ficar sem os exames, a mãe fez um apelo nas redes sociais e alguns dias depois, se surpreendeu quando a campainha de sua casa tocou e era uma pessoa lhe devolvendo o HD.

Karis ficou tão emocionada que acabou abraçando a pessoa, sem nem pensar que poderia ter sido o ladrão. O coração de mãe falou mais alto. A pequena Luiza sofre de uma doença que afetou seriamente o desenvolvimento neurológico e motor. Quando tinha 3 anos, começou a sofrer perda da fala, dificuldade de compreensão, desorganização da memória imediata e problemas de coordenação motora.

Relacionado: Homem rouba carro, mas se arrepende e o devolve com uma carta de desculpas em Canoas (RS)

PUBLICIDADE ANUNCIE

A família, que lançou uma campanha pelas redes sociais e conseguiu arrecadar R$ 160 mil para levar a menina para um tratamento com células-tronco no México, tinha feito diversos vídeos e relatórios sobre o avanço do tratamento, que estavam todos guardados no HD. Por isso, quando viram que tinham perdido tudo aquilo, se desesperaram: “Sem esse histórico, ficava difícil acompanhar o desenvolvimento dela e fornecer dados para a comunidade científica encontrar o diagnóstico. Quando vimos que tinha sido levado, entramos em desespero e, como sabemos a força das redes sociais, fizemos o apelo”.

Outras coisas foram levadas, como a televisão e a máquina fotográfica, mas o mais importante voltou para seus braços e isso não tem preço: “Felizmente, estava tudo lá, não foi mexido. O que era essencial foi recuperado. Só temos que agradecer”.

apelo de mãe filha com doença rara

Com informações de Estadão

Foto: Karis Bertuzo

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar