Nesta aldeia indiana, o nascimento de uma menina é celebrado com o plantio de 111 árvores


Nesta aldeia indiana, o nascimento de uma menina é celebrado com o plantio de 111 árvores 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Em Rajastão, a aldeia indiana de Piplantri comemora o nascimento de meninas de uma forma muito única e especial: plantando 111 árvores.

Já são 9 anos de tradição e mais de 286 mil árvores plantadas.

Essa iniciativa nasceu em 2006 após o governo de Shyam Sundar Paliwal criar um pacote de medidas para reduzir a quantidade de abortos de bebês do sexo feminino, fato que occoria muito por questões religiosas.

Mas não é só isso. Para valorizar as mulheres, preservar a infância e adolescência, os pais assinam uma declaração garantindo que as filhas não se casarão até os 18 anos de idade, além de cuidar das mudinhas plantadas até sua maturidade.

“A menina é considerada um fardo, pois na maior parte do estado de Rajastão, como em muitas outras partes do país, o casamento é uma proposta cara. A proposta era dar aos pais uma sensação de segurança financeira”, explicou o ex-sarpanch (autoridade local), Paliwal, em declaração ao site Hindustan Times.

Cada família recebe 31 mil rúpias, sendo dois terços do dinheiro através de doações dos próprios aldeões e o restante do governo.

Embora em 2010 essa atitude tenha deixado de ser obrigatória, a tradição pegou e a maioria das pessoas continua a pratica-la.

1

PUBLICIDADE ANUNCIE

944864_757571027675710_8694514472425904636_n-1

Piplantri-plantação-árvores-nascimento-menina

Unknown

Fonte: CicloVivo

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar