Cidade permite que você chegue a qualquer lugar em até 10 minutos e sem carro

Repensando a forma como nos relacionamos com o cenário urbano, a Roy Prol criou uma animação apresentando a Clockwork City, uma cidade com um mecanismo giratório que permite o fácil acesso a qualquer região da cidade, em até 10 minutos, sem necessidade de deslocamentos de carro ou trem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Embora seja imaginária, ela traz questionamentos importantes e nos faz refletir sobre nossa forma de locomoção e estruturas urbanas em que estamos inseridos.

No vídeo, você vai identificar quatro anéis giratórios, sendo o primeiro e menor deles destinado a escritórios e ao setor de serviços, o segundo para residências, o terceiro para a indústria e o último sendo dedicado à agricultura e energia.

Confira essa ousada ideia:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

city3

Fonte: Hypeness

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,835,884SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Margens do Rio Pinheiros ganhará diferentes tipos de árvores

O rio Pinheiros já foi chamado de rio Jurubatuba (“muitas palmeiras”, na língua indígena), por causa da antiga abundância de palmeiras em suas margens,...

Na França, mulher dá à luz depois de receber útero doado pela própria mãe

O primeiro bebê nascido de um útero transplantado na França é uma linda garotinha de 1,845 quilos. A pequena nasceu na última sexta-feira (12),...

Jovem escreve para pai falecido e recebe resposta incrível do novo dono do telefone

"Meu nome é Brad e perdi minha filha em um acidente de carro em agosto de 2014 e suas mensagens me mantiveram vivo."

LG Manaus doa todo seu estoque de oxigênio para salvar pacientes com coronavírus

A fábrica da LG em Manaus doou todo o seu estoque de oxigênio para os hospitais da cidade, que pedem socorro. E nós, do...

Instagram