Universidade cria Instituto de Gentileza para ensinar e pesquisar sobre bondade

Pesquisas realizadas por universidades e institutos reconhecidos internacionalmente comprovam aquilo que, intuitivamente, já sabíamos: praticar a bondade e ter empatia pelo próximo afeta positivamente nossa saúde física e psicológica, estendendo até nossa longevidade. Gentileza gera saúde para o nosso corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Respaldada por esse embasamento científico, a Universidade da Califórnia (UCLA), em Los Angeles (EUA), anunciou na semana passada que abrirá o primeiro instituto de pesquisa interdisciplinar do mundo sobre o assunto.

Nasce aqui a “Ciência da Gentileza”.

Universidade instituto pesquisa Ciência da Gentileza
Foto: Concepto Definicion/Reprodução

Graças a uma generosa doação de US$ 20 milhões da Fundação Bedari, o recém-criado Instituto de Gentileza da UCLA apoiará pesquisas de nível mundial sobre bondade e empatia, além de criar oportunidades para traduzir esses estudos em ações práticas que visam educar e comunicar novas descobertas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ciência da Gentileza

Instalado na divisão de Ciências Sociais, o Instituto espera usar sua pesquisa para capacitar cidadãos e inspirar líderes a construir sociedades mais humanas.

“As universidades devem ser lugares onde ensinamos os alunos a alcançarem marcos civilizatórios e tratarem uns aos outros com empatia e respeito – mesmo quando discordamos uns dos outros profundamente”, afirmou o reitor da UCLA, Gene Block. “O Instituto de Gentileza da UCLA trará o melhor pensamento para esta questão vital e, acredito, nos permitirá ter um impacto social real para as gerações futuras.”

Leia também:

O local, que inicia suas operações ainda neste mês, adotará uma abordagem interdisciplinar para entender a Ciência da Gentileza – através de perspectivas evolucionárias, biológicas, psicológicas, econômicas, culturais e sociológicas. Ele se concentrará na pesquisa sobre ações, pensamentos, sentimentos e instituições sociais associadas à bondade e reunirá pesquisadores de várias disciplinas da UCLA e de organizações externas.

Universidade instituto pesquisa Ciência da Gentileza
Reprodução: La-Croix/Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Professores e pesquisadores da UCLA já estão montando grupos de pesquisa que serão a base do trabalho a seguir.

Por exemplo, os antropólogos estão esmiuçando como a bondade é ‘contagiante’, se espalhando de pessoa para pessoa e de grupo para grupo.

Os sociólogos estão analisando como as pessoas que alguma vez agiram de maneira cruel podem ser encorajadas a se envolver em atos bondosos e constantes.

Já os psicólogos estão pesquisando como gestos de gentileza podem melhorar o humor das pessoas e reduzir os sintomas da depressão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outras áreas das ciências humanas e biológicas estão estudando sobre as mudanças na neurobiologia e na consciência, e como essas mudanças podem influenciar as pessoas a serem mais bondosas e terem mais bem-estar mental, físico e social.

“No meio da atual política mundial, com violência e conflitos de sobra, o Instituto de Gentileza procurará ser um antídoto”, disse Darnell Hunt, reitor da divisão de ciências sociais da UCLA. “Enraizado em um trabalho acadêmico sério, o instituto fará parcerias e compartilhará sua pesquisa amplamente e em formatos acessíveis ao público”, concluiu.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: GNN/Foto de capa: Divulgação

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,851,931SeguidoresSeguir
25,005SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem ganha carro do chefe após caminhar 32 km para não chegar atrasado no 1º dia de trabalho

Walter Carr andou 32 km para não chegar atrasado no primeiro dia de trabalho.

Punks de Myanmar se unem para alimentar moradores de rua do país

Além da ajuda humanitária, as músicas das bandas punks de Yangon geralmente têm letras políticas, e tratam de temas como violações de direitos humanos e as condições difíceis da vida lá.

Professora paraplégica dá aulas em pé com cadeira especial e supera limite

Rosileia da Costa Borges, ou somente Léia como gosta de ser chamada, era professora e sempre foi cuidadosa ao dirigir. Quando certo dia, aos...

ONG faz vídeo em homenagem às pessoas que ajudam animais abandonados

A ONG Hope For Paws ajuda animais que sofrem e morrem a cada ano por causa da negligência e abuso. Eles também criaram uma...

Padaria oferece cesto de pães de graça para quem não pode pagar em Nilópolis (RJ)

Desde o início de maio, uma padaria em Nilópolis, na Baixada Fluminense, tem chamado atenção por um simples gesto de solidariedade: na porta do...

Instagram

Universidade cria Instituto de Gentileza para ensinar e pesquisar sobre bondade 3