Cientistas criam adesivo de mel que regenera pele de diabéticos em até 21 dias e evita amputação

Quem sofre com Pé Diabético sabe a complicação e o incômodo que é. A boa notícia é que pesquisadores mexicanos podem ter descoberto a solução para isso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Integrantes do Centro de Estudos Superiores de Tepeaca em Puebla, no México, conseguiram curar uma ferida de paciente com pé diabético, aplicando um adesivo feito com cera de colmeia e mel virgem.

cera de mel aplicada na ferida na pele em paciente diabético

O Dr. Armando Acevedo Méndez, um dos envolvidos na pesquisa, reconhece o poder curativo do mel. Ele tem contato com abelhas desde os 5 anos de idade, pois sua família tinha uma pequena criação.

Dr. Armando passou para os alunos algumas experiências que vivenciou utilizando o mel em ferimentos. Então, um time organizado por ele iniciou estudos bacteriológicos utilizando mel como fator de cura. E os resultados foram maravilhosos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

time envolvido na pesquisa
Esse é o Dr. Armando e seu time de alunos e pesquisadores.

A partir dos resultados positivos, os pesquisadores desenvolveram um adesivo, que pode ser moldado de acordo com o tamanho do ferimento. Ele é utilizado sobre a ferida e atua fortemente na cicatrização.

Para dar firmeza no adesivo de mel, os pesquisadores utilizaram organdi, um tecido fibroso resistente e bem maleável.

Com este adesivo, os pacientes não apenas melhoram as condições de cicatrização, mas também reduzem a carga bacteriana da ferida.

Testes apresentaram cura em 21 dias

Um grupo de 15 pacientes com pé diabético foi testado. Todos os dias era feito um curativo com o adesivo de mel. Em 14 dias, seis pessoas tiveram as feridas completamente cicatrizadas. Os outros pacientes obtiveram melhoras com 21 dias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Temos cada processo registrado em arquivos clínicos. Como os resultados têm sido favoráveis, decidimos participar do Prêmio Nacional de Inovação e Tecnologia para a Inclusão Social (INNOVATIS) na área de saúde e dos 196 empregos ficamos em sexto lugar”, comenta Dr. Armando.

Tratamento é gratuito no país e tem evitado amputação

Dr. Armando e todo time envolvido na criação dos adesivos de mel, vêm aplicando o tratamento em pacientes com pé diabético desde 2019.

Eles contam que já evitaram que muitos pacientes tivessem os pés amputados devido feridas infectadas. Além disso, curaram diversos ferimentos mais leves e sem infecções.

Outra vantagem do tratamento é que é totalmente gratuito no país. Dessa forma, se torna acessível às pessoas mais necessitadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O que importa para os diretores da escola e do hospital é que as pessoas tenham um tratamento adequado e gratuito, para não amputar membros e que a pessoa continue a se defender. Já o patenteamos e queremos que o produto seja cem por cento de Puebla, por isso não será vendido a nenhum laboratório farmacêutico, queremos que seja acessível à população que carece de recursos e por isso não segue um tratamento”, conclui Dr. Armando.

Já ficaremos na torcida para que o tratamento chegue logo por aqui!

FONTE: Nation

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,778,819SeguidoresSeguir
23,864SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Um vídeo de 5 minutos para te fazer dar valor ao que realmente importa

Esse vídeo de 5 minutos é um daqueles que nos fazem parar pra refletir sobre nossas atitudes. Quando a morte é certa só restam as...

Professora aposentada emociona plateia da FLIP ao contar sobre sua luta contra o racismo

Uma professora aposentada de 77 anos emocionou a todos com seu relato sobre o racismo na Festa Literária Internacional de Paraty, também conhecida como...

Idoso mora sozinho em situação precária e vizinhas mobilizam internautas para ajudá-lo

Há anos tomando banho gelado em tanque, vizinhas criam campanha para reformar casa de idoso.

Experimento emociona pessoas ao mostrar quem realmente elas são

Você realmente sabe suas origens? De onde veio? E as pessoas ao seu redor? Aqueles que habitam o mesmo mundo? Em um experimento de arrepiar, a...

Duas brasileiras selecionadas para disputar vaga na Academia de Pilotos da Ferrari, na França

Os jovens talentos brasileiros estão com tudo em 2020! A boa notícia dessa vez veio da França! A Academia de Pilotos da Ferrari divulgou...

Instagram

Cientistas criam adesivo de mel que regenera pele de diabéticos em até 21 dias e evita amputação 3