Mauricio de Sousa faz homenagem a cientistas brasileiras do coronavírus

A Mauricio de Sousa Produções homenageou as cientistas brasileiras que sequenciaram o genoma do coronavírus em apenas 48 horas, mais rápido que a média de 15 dias em outros países do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ester Sabino e Jaqueline Goes de Jesus ganharam os traços das personagens Magali e Milena, da Turma da Mônica. Elas sequenciaram o genoma do coronavírus logo após o registro do primeiro caso brasileiro da doença infecciosa.

A homenagem faz parte do projeto Donas da Rua da História, que busca inspirar meninas e mulheres a ganharem mais espaço na ciência, na arte ou no esporte, tendo o apoio institucional da ONU.

Cientistas brasileiras coronavírus viram personagens Turma da Mônica
Imagem: Mauricio de Sousa Produções/Divulgação

Outra pesquisadora brasileira, Neiva Guedes, responsável pela retirada da arara azul da lista de animais ameaçados de extinção, também virou uma personagem da Turma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Saber o genoma do Coronavírus abre espaço para o desenvolvimento de vacinas

O genoma é toda a informação hereditária de um organismo que está codificada em seu DNA. Esse conhecimento permite compreender a dispersão do coronavírus e detectar mutações que possam alterar a evolução da doença, favorecendo o desenvolvimento de vacinas e tratamentos.

Através da Yoga, uma voluntária está resgatando a autoestima de mulheres da periferia de SP.

Atualmente, Ester Cerdeira Sabino é professora do Departamento de Moléstias Infecciosas da Faculdade de Medicina da USP e diretora do Instituto de Medicina Tropical da USP, e a bioquímica Jaqueline Goes de Jesus faz pós-doutorado sob orientação de Ester.

Cientistas brasileiras coronavírus viram personagens Turma da Mônica
Foto: Almir R. Ferreira, SCAPI IMT

“É incrível ver duas mulheres cientistas tendo destaque com o trabalho que realizaram”, diz Mônica Sousa, mente por trás do projeto Donas da Rua da História e diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções, em nota.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Nossa representatividade quanto mulheres deve estar em todos as áreas de atuação. São mulheres como elas que buscamos evidenciar e enaltecer o papel delas no campo da ciência, é fundamental para inspirar e incentivar meninas e mulheres.”

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: Correio Braziliense

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,851,931SeguidoresSeguir
25,005SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como treinar seu cérebro para continuar pensando positivo

Como empreendedor, superar desafios e fracassos é essencial para o sucesso do seu negócio. Você pode aprender a cultivar a resiliência e como treinar seu...

Voluntários socorrem animais vítimas de terremoto na Itália em ambulâncias

O terremoto que atingiu o centro da Itália na última quarta-feira (24) causou a morte de centenas de pessoas e deixou outras tantas feridas....

Escola substitui detenção de alunos por meditação e os resultados são incríveis

Se você fosse professor de uma escola por um dia e seus alunos começassem a se comportar mal, o que você faria? Em geral,...

10 formas de ajudar as vítimas do ciclone Idai em Moçambique, no Zimbábue e Malauí

Agora é o momento de ajudar os sobreviventes, e você pode fazer isso sem sair de casa!

Ivete Sangalo dá a melhor resposta sobre como prepara filhas para o machismo e vídeo viraliza

O certo não é educar os meninos para que não sejam machistas, em vez de preparar as meninas para um mundo machista? É nisso...

Instagram

Mauricio de Sousa faz homenagem a cientistas brasileiras do coronavírus 2