Cientistas brasileiros reduzem diagnóstico de coronavírus de 48 para 3 horas

Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) descobriu uma maneira mais rápida e eficaz de diagnosticar o coronavírus, que já infectou 40 mil pessoas e matou 900 ao redor do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o auxílio de um equipamento chamado Real Time, foi possível identificar – ou descartar a presença do vírus – em apenas 3 horas, bem menos do que as 48 horas necessárias anteriormente.

“Estamos felizes com o resultado, torna tudo mais rápido”, disse o virologista Gúbio Soares, coordenador do grupo de pesquisa.

Importado dos Estados Unidos em dezembro do ano passado, o equipamento custa cerca de R$ 150 mil e equipa o Laboratório de Virologia da UFBA. Ele é capaz de verificar se o material genético (RNA) da secreção respiratória contém o gene do coronavírus.

Como até o momento não houve casos desse tipo de infecção no Brasil, Gúbio afirma que o material que compõe o código genético do coronavírus (nucleotídeos) foi preparado para reconhecer regiões genéticas dele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Se o resultado do exame der positivo, é possível visualizar pelo Real Time um gráfico ondulado nas amostras.

Foto: Pixabay

 

Diagnóstico em 3 horas

O diagnóstico é feito em três etapas: de início, as secreções respiratórias são retiradas de um paciente suspeito e resfriadas a 4°C. Em seguida, os pesquisadores extraem o material genético da secreção e adicionam, sobre ele, os nucleotídeos que identificam a presença ou não do coronavírus. Três horas depois, o teste fica pronto.

Há quase cinco anos, o mesmo equipamento, sob o comando das pesquisadoras brasileiras Silvia Sardi e Rejane Hughes, foi pioneiro na descoberta do zika vírus, cujo primeiro diagnóstico comprovado foi divulgado pelo laboratório em 28 de abril de 2015.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As pesquisadoras utilizam trabalhos científicos elaborados na China para orientar as análises. O diferencial aqui é que elas decidiram usar o equipamento apenas para verificar o material genético do coronavírus, ganhando tempo no diagnóstico.

“Nosso objetivo é processar diretamente coronavírus, com maior rapidez. Não vamos perder tempo com outros vírus”, indicou Soares.

“Acho importante que se diga que não é uma doença tão letal, nem tão grave. Não é para ficar aflito com carnaval, nem nada”, ponderou a pesquisadora.

[Nota da Redação]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cada bebê que traz ao mundo, o médico Calixto Hueb presenteia a mãe com uma arvorezinha para que a criança cresça com ela. É um primeiro presente à família do recém-nascido e também uma contribuição valiosa do médico para a preservação do meio ambiente. Vem conhecer mais essa história, dá play no vídeo abaixo:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Estadão

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,990FãsCurtir
1,932,603SeguidoresSeguir
9,455SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza cria plataforma para autônomos venderem a própria mercadoria

O Magazine Luiza lançou hoje (31) o Parceiro Magalu, uma plataforma digital de vendas para ajudar micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Pai adota 5 irmãos que viviam em abrigos diferentes para que não se separassem

Barreto diz que adotaria 10 crianças e adolescentes se tivesse condições.

Cão terapeuta conforta médicos que lutam contra coronavírus e emociona a web

Os profissionais de saúde estão na linha de frente para combater o novo coronavírus (Covid-19), ajudando no tratamento e cura dos pacientes infectados. O ambiente...

Instagram