Cientistas da Austrália descobrem como o corpo combate o coronavírus

Após cinco meses de intensa pesquisa, cientistas da Austrália descobriram como o sistema imunológico dos seres humanos combate o coronavírus (Covid-19).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pesquisadores do Instituto Peter Doherty para Infecção e Imunidade identificaram quatro tipos de células do sistema imunológico que atuam na resposta à infecção pelo novo coronavírus.

De acordo com o estudo publicado na revista Nature Medicine, muitas pessoas estão conseguindo se recuperar da infecção da mesma maneira como elas se recuperam de uma gripe.

“As populações de células imunes que tiramos antes de os pacientes se recuperarem são as mesmas células que vemos na gripe. Compreender o que falta, se o vírus é diferente em pessoas com doença grave ou fatal de COVID-19, pode levar a novas terapias”, afirmou a pesquisadora-chefe do laboratório, Katherine Kedzierska.

como nosso organismo combate coronavírus
Foto: ABC News/Loretta Florance

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A próxima etapa da pesquisa é mapear o sistema imunológico de um arranjo maior de pacientes, incluindo aqueles com sintomas mais graves.

“Estamos muito curiosos para ver o que acontece nesses pacientes e saber qual parte da resposta imune não está sendo ativada”, disse a pesquisadora Carolien van de Sandt.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Como o estudo foi feito

Foram coletadas amostras de sangue de uma mulher de 40 anos, uma das primeiras pacientes diagnosticadas com o Covid-19 em território australiano.

Ela havia acabado de voltar de Wuhan, na China, tendo sido internada em um hospital com sintomas de letargia, dor de garganta, tosse seca e febre.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Encontramos nesta paciente o surgimento de células imunes no sangue”, afirmou.

“Com base em nossa experiência com pacientes com influenza, podemos prever a recuperação e foi exatamente o que aconteceu no COVID-19.”

como nosso organismo combate coronavírus
Foto: ABC News/Loretta Florance

Esperança de desenvolvimento de uma vacina para o coronavírus

Com esse conhecimento em mãos, os pesquisadores esperam usar biomarcadores no sangue para rastrear os pacientes e verificar se eles desenvolverão sintomas mais graves ou mais leves.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Nosso estudo é um passo importante para entender como nosso corpo se recupera de uma infecção leve a moderada pelo COVID-19″, disse a professor Kedzierska.

A possibilidade de desenvolvimento de uma vacina no médio prazo é grande. “Esta descoberta é importante porque é a primeira vez que estamos realmente entendendo como nosso sistema imunológico combate o novo coronavírus”, disse Katherine Kedzierska, coautora do estudo.

“Estamos realmente muito animados com os resultados — e com o fato de que nós podemos realmente registrar o aparecimento das células imunológicas no paciente infectado antes da melhora clínica”, concluiu.

Iniciativas para ajudar

Listamos 10 iniciativas em meio ao coronavírus para acalentar o seu coração, clique aqui.

Também reunimos diversos serviços gratuitos para você aproveitar durante a pandemia do coronavírus, clique aqui.

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: SNB

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

História do casal que se apaixonou na pré-escola e se reencontrou 24 anos depois vai fazer você acreditar no amor

Marcos Nery leu o nosso post sobre um casal que se conheceu na pré- escola e acabou se casando (leia aqui) e achou a história...

Jovem paraibano faz sucesso transformando pneus velhos em caminhas para animais

Amarildo Silva tem um lema: "O maior de todos os erros é não fazer nada por achar que se faz pouco...faça tudo que puder"...

Ave que recebeu bico de titânio feito com impressora 3D voltará a comer normalmente

Graças a um bico de titânio feito com impressora 3D, um pássaro que havia perdido metade do bico em uma briga no Zoológico de...

Diretor conforta aluno que perdeu dente escrevendo carta ‘oficial’ para Fada do Dente

Enquanto brincava no playground de sua escola, um menino de 6 anos acabou perdendo um dos dentes da frente, que já estava frouxo. Ao...

Menina que pediu casa com geladeira “para beber água gelada” recebe mais de R$ 62 mil em doações

A pequena Vitória vive em Barras, no Piauí e queria muito uma casa com geladeira para poder beber água gelada. O que é simples para...

Instagram

Cientistas da Austrália descobrem como o corpo combate o coronavírus 1