Cientistas desenvolveram técnica capaz de transformar qualquer sangue em universal

Um dos grandes problemas da transfusão de sangue é a incompatibilidade do tipo sanguíneo do doador e do receptor. Mas, esse problema parece estar com os dias contados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pesquisadores da University of British Columbia, no Canadá, estão desenvolvendo uma técnica que será capaz de converter o sangue tipo “A” e “B” em tipo “O”. O sangue tipo O é chamado de “sangue universal”, pois é o único que qualquer pessoa pode receber.

Uma das principais diferenças entre o sangue O, A e B é que estes dois últimos possuem uma molécula de açúcar que está ligada às células vermelhas do sangue. Se um indivíduo de sangue O recebe uma doação de sangue A, por exemplo, o sistema imunológico irá detectar e atacar a molécula, o que pode ser fatal.

O objetivo da pesquisa é conseguir remover essa molécula de açúcar. Para isso, os pesquisadores desenvolveram uma enzima especial usando uma bactéria, que, depois de cinco anos, tona-se forte e capaz de eliminar quase todos os vestígios da molécula de açúcar no sangue.

+Doadores de sangue da Suécia recebem SMS quando salvam uma vida

No entanto, os cientistas precisam fazer mais testes para que a técnica alcance a perfeição e possa transformar o tipo A ou B em tipo O, permitindo que qualquer pessoa possa receber sangue, independente do seu tipo sanguíneo.

Com informações do UpdateorDie!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,752FãsCurtir
1,764,126SeguidoresSeguir
8,645SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram