Circo alemão cria lindos hologramas por se recusar a usar animais reais

Quando pensamos em um circo, muitas vezes imaginamos palhaços, malabarismos, confetes e… animais. Por sorte, essa não é a regra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Historicamente utilizados como atrações circenses, elefantes, tigres, leões, macacos, dentre outros animais, foram explorados por séculos, tendo seu auge nos séculos XVIII e XIX.

[O Esdras é um protetor de animais e fez uma vaquinha para comprar um terreno para construir o abrigo e poder salvar ainda mais animais, vamos ajudá-lo? Acesse aqui.]

Após os shows, esses animais estavam sujeitos a maus tratos, alimentação precária, exposição à doenças e muitos morriam no trajeto entre uma cidade e outra, em navios superlotados.

Essa realidade felizmente tem mudado com legislações governamentais mais duras, ou, de forma ainda mais positiva, com uma maior consciência dos circos ao redor do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um deles, o Circus Roncalli, na Alemanha, se tornou o primeiro do mundo a substituir completamente suas atrações animais por hologramas de ponta.

Circo alemão que se recusa a usar animais, cria lindos hologramas para admirá-los

Leia tambémMalabarista da periferia de SP faz sucesso mundo afora e leva sua arte a comunidades que nunca viram um circo

O objetivo do circo é repudiar os maus tratos contra animais e acabar com o seu sofrimento, uma vez que eles são obrigados a participar das atrações circenses, não estando ali por vontade própria.

Assim, combina-se a admiração tecnológica dos seres humanos (com os hologramas) e o fascínio pelos maiores e mais exuberantes animais da Terra, em 3D. Todos saem ganhando: o público continua entretido, enquanto os animais prosperam em seus habitats naturais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Circus Roncalli surgiu há quase 250 anos, comandados por Philip Astley. Ele fazia acrobacias com cavalos. Após algum tempo, a atividade do local passou a incluir outros animais, muitos deles, selvagens. Tornou-se comum ver animais fazendo espetáculos de circo e sendo maltratados.

Os tempos mudaram, campanhas contra circos que usam animais conseguiram expor a situação e cada vez menos pessoas participam dessas funções, o que os obrigou a se reinventar.

Circo alemão que se recusa a usar animais, cria lindos hologramas para admirá-los

O Circus Roncalli, por exemplo, optou por 11 projetores a laser Optoma ZU850, lentes BX-CTA03 estrategicamente localizadas em uma tenda de 32 metros, e o resultado é fantástico.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

T0dos os animais são recriados em 3D e podem ser vistos a 360 graus, o que significa que ninguém fica sem vê-los.

Animais como o peixe voador, cavalos, elefantes e tigres são apresentados, para o deleite da plateia.

Circo alemão que se recusa a usar animais, cria lindos hologramas para admirá-los

Sem dúvidas, uma proposta super inovadora e revolucionária que deverá inspirar outros circos ao redor do mundo a fazer o mesmo.

[Ajude o Esdras a comprar o terreno para fazer o abrigo de animais, acesse aqui]

Abaixo, pode ver um breve vídeo dos hologramas:

Leia tambémTrupe de palhaços faz apresentação na frente da casa de menino que não pode andar

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Portal do Animal
Fotos: Reprodução

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garotinho com paralisia cerebral anda pela primeira para abraçar seu pai após meses sem vê-lo

Os médicos disseram que esse garotinho nunca andaria e o motivo é a sua paralisia cerebral. Ele realmente teve os movimentos limitados por muito tempo....

Jovem com autismo severo tem sua vida salva através do balé

Hoje Philip é o bailarino principal em Les Ballets Trockadero de Monte Carlo, uma companhia de balé composta apenas por homens.

Menina dá a policial seu boneco Elmo para ele não trabalhar sozinho

Uma garotinha deu a um policial seu boneco Elmo, personagem da “Vila Sésamo”, para ele não trabalhar sozinho.

Projeto resgata plantas abandonadas no Rio e entrega para quem quiser cuidar

Não abandone ou jogue no lixo as plantinhas, doe para quem tem boa vontade e tempo para cuidar delas.

Instagram

Circo alemão cria lindos hologramas por se recusar a usar animais reais 2