“Me sinto feliz assim”, diz Cleusa, gaúcha que vive em casa sem muros em Campo Grande (MS)

Muro, grade, cercadinho, cerca elétrica… Tudo para separar as casas umas das outras em nome da privacidade e da segurança. Essa é regra, né? Não para Cleusa Mohr, 51 anos, moradora de uma linda casa em Campo Grande (MS) que abriu mão de tudo isso para manter um belíssimo jardim que circunda sua residência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em entrevista ao portal Campo Grande News, a gaúcha disse que “não suporta” viver trancada atrás de um muro.

“Sou do interior do Rio Grande do Sul, lá não tinha casa com muros, no máximo, um cercadinho de madeira. Eu não consigo morar trancada atrás de um muro”, revelou.

cleusa gaúcha que vive em casa sem muros

Certa vez, a prefeitura a notificou porque seu hidrômetro não estava para a rua, mesmo a casa sendo aberta. Para resolver o problema, ela fez um pequeno muro para a instalação do equipamento, e logo o tampou com uma mini ixora, planta que se transformou no “mini muro vivo da casa”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde então, Cleusa tem feito pequenas reformas em seu lar, acrescentando elementos decorativos que remetem às suas origens gaúchas, como a madeira nos móveis, vigas e no portão de acesso à garagem.

casa sem muros

Para ela, o jardim é o local mais especial de sua propriedade. Ali, ela passa horas terapêuticas ao redor das plantas e revive memórias da juventude.

Tempo de se reinventar

Em meio à pandemia, Cleusa foi obrigada a se reinventar: antes, trabalhava com transporte escolar, mas com a paralisação das aulas presenciais, ficou sem renda. “Então, busquei uma nova profissão aos 51 anos, hein”, disse, toda orgulhosa.

Virou massoterapeuta, e atende a clientela de casa mesmo. Para tornar a recepção dos clientes mais calorosa, a gaúcha reformou sua varanda e um dos quartos, que virou espaço para atendimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casa sem muros

“Assim que estiver com meus cursos finalizados, vou transformar a vida das pessoas trazendo um pouco de paz, saúde, leveza no dia a dia”, garantiu.

Enquanto isso, Cleusa mantém seu jardim impecável, com uma variedade de plantas e flores que atraem borboletas todos os dias.

borboleta pairando numa flor

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Casa sem muros

Ao portal Campo Grande News, a massoterapeuta disse que não teme pela falta de privacidade ou segurança morando em uma casa sem muros.

E ainda dá risada: “De jeito nenhum! Assim é que eu me sinto feliz, além disso, nossos vizinhos são maravilhosos, conhecemos todos da região e nem sempre muro significa segurança. Também gosto de ver a casa assim, aberta, é como se eu trouxesse um pouquinho do meu Sul pra cá”.

cleusa gaúcha que vive em casa sem muros

A vida de Cleusa, nascida em Santo Augusto (RS), foi construída em Campo Grande (MS). Ela é casada há mais de duas décadas e tem um filho jogador de futebol.

Mudou-se para a capital sul mato-grossense ainda criança, quando o pai veio trabalhar no ramo do agronegócio.

A gente só não consegue realizar sonhos quando se desiste antes. Tudo aquilo que está no seu coração pode ser realizado se tiver coragem e determinação”, disse, segurando as lágrimas.

"Me sinto feliz assim", diz Cleusa, gaúcha que vive em casa sem muros em Campo Grande (MS) 2

Fonte: CG News
Fotos: Henrique Kawaminami

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,539SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Gari de Santa Catarina faz desenhos na areia para conquistar sorrisos

O desejo de alegrar as pessoas e fazer do dia delas um pouco melhor mobilizou o gari Robson Buschermoehle a começar a fazer desenhos na...

Casal de enfermeiros se abraça após cirurgia estressante no pronto-socorro e fotografia viraliza

A fotografia que mostra um casal de enfermeiros compartilhando um olhar terno após um dia cansativo no pronto-socorro correu o mundo recentemente, virando um...

Ensaio com personagens de Star Wars estimula adoção de animais abandonados

A nova campanha da ONG canadense Ottawa Humane Society, que incentiva a adoção de animais, é inspirada na franquia Star Wars e foi produzida...

Tia de jornalista adota gato que invadiu reportagem ao vivo: “Tivemos um final feliz”

“Minha tia Neide decidiu fica com o Frajola. Eu tô muito feliz porque ele vai ficar na nossa família. Minha tia mora perto na minha casa, então eu vou sempre visitar ele”, contou o jornalista.

Desde os 6 anos ela cultiva horta em casa para alimentar moradores de rua

Você provavelmente já viu alguém que cultiva horta em casa, mas geralmente para consumo próprio. Hailey Fort, 9 anos, é dessas crianças que são educadas...

Instagram

"Me sinto feliz assim", diz Cleusa, gaúcha que vive em casa sem muros em Campo Grande (MS) 3