Coca-Cola, PepsiCo e Ambev vão deixar de vender refrigerante nas escolas em agosto

Acabamos de ver esta notícia na UOL, e vamos reproduzi-la, pois é algo bastante importante:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As gigantes de bebidas, A Coca-Cola, a PepsiCo e a Ambev (fabricante do Guaraná Antártica, Soda e Sukita) anunciaram nesta quarta-feira (22) que vão deixar de vender refrigerantes para escolas com alunos de até 12 anos de idade.

Segundo as três empresas, os refrigerantes devem parar de ser vendidos nas escolas a partir de agosto.

Em substituição à bebida, serão vendidos nas cantinas das escolas apenas água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas que atendam a critérios nutricionais específicos.

Segundo as companhias, o objetivo de combater a obesidade infantil, admitindo a ciência de que no momento do recreio, os alunos vão à cantina da escola sem orientação ou a companhia de responsáveis e podem acabar consumindo açúcares em excesso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A política valerá para as cantinas que compram diretamente das fabricantes e de seus distribuidores. As empresas também pretendem fazer ações de sensibilização para que supermercados, atacados e outros estabelecimentos não vendam suas marcas de refrigerante para as escolas.

A escolha foi baseada em conversas com especialistas em saúde pública, alimentação e nutrição, além de profissionais e instituições ligadas aos direitos das crianças.

Leia a íntegra do comunicado das empresas:

“A obesidade é um problema complexo, causado por muitos fatores, e as empresas de bebidas reconhecem seu papel de ser parte da solução. A partir de agosto, a Coca-Cola Brasil, a Ambev e a PepsiCo Brasil vão ajustar o portfólio de bebidas vendidas diretamente às cantinas de escolas no país. A principal mudança é que as empresas venderão às escolas para crianças de até 12 anos (ou com maioria de crianças de até essa idade) apenas água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas que atendam a critérios nutricionais específicos. O novo portfólio tem como referência diretrizes de associações internacionais de bebidas. Novos produtos lançados pelas empresas poderão ser incluídos, no futuro, seguindo essas referências.

No momento do recreio, os alunos têm acesso às cantinas escolares sem a orientação e a companhia de pais e responsáveis, e crianças abaixo de 12 anos ainda não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo. Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil entendem que devem auxiliar os pais ou responsáveis a moldar um ambiente em escolas que facilite escolhas mais adequadas para crianças em idade escolar, assim como estimular a hidratação e a nutrição, contribuindo para uma alimentação mais equilibrada.

A escolha do portfólio no Brasil também foi baseada em conversas com especialistas em saúde pública, alimentação e nutrição, além de profissionais e instituições ligadas aos direitos das crianças. A política valerá para as cantinas que compram diretamente das fabricantes e de seus distribuidores. Em relação às demais, aquelas que se abastecem em outros pontos de venda (supermercados, redes de atacados e adegas, por exemplo), haverá uma ação de sensibilização desses comerciantes por meio da qual todos serão convidados a se unir à iniciativa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As três companhias também estão trabalhando com a ABIR (Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas) para que essas diretrizes de venda de bebidas a escolas sejam um compromisso de todo o setor.”

Com informações UOL.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,425,269SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Covid-19: Anvisa aprova o uso emergencial da vacina da Janssen no Brasil

Em meio ao pior momento da pandemia do novo coronavírus no Brasil, o coração dos brasileiros se enche de esperança com o recente anúncio...

Professora incentiva alunos do regular e do supletivo a trocarem cartas e palavras de incentivo

A troca de cartas trouxe aos alunos do regular incentivo e conselhos valiosos de quem voltou a estudar.

Conheça Darcy: o ouriço mais fofo do mundo

Darcy, the Flying Hedgehog (Darcy, o ouriço voador) é o ouriço mais popular do Instagram. Shota Tsukamoto, de Tokio, Japão, atualiza quase diariamente a...

O que podemos aprender com Yagonny Sousa, que ‘renasceu’ após sofrer uma descarga elétrica?

Yagonny Sousa sobreviveu a uma descarga elétrica de mais de 13 mil volts. Ele teve que amputar parte dos dois braços, mas decidiu não se entregar!

Na Indonésia, pacientes podem trocar lixo por tratamento médico

O jovem médico Gamal Albinsaid, 26, estava incomodado com o fato de que 60% da população na Indonésia não tem nenhum tipo de seguro de saúde...

Instagram