“Coisa de preto”: o mundo primitivo do preconceito

Esse é um depoimento de alguém que foi visto por olhos pequenos por causa de sua cor. A sua resposta tem uma coisa de revez, de supremacia e de força.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Após o acontecido com o tal jornalista da Globo lembrei-me de um episódio que aconteceu no Extra São Carlos no ano de 2002 quando eu estava fazendo teste para cartazista.
Estava lá um rapaz negro arrumando as gôndolas que também estava em teste, e um cidadão de cor branca (também funcionário) começou a ofende-lo dizendo que merda era o que negro fazia de melhor. Eu vi a situação e me senti mal por uns instantes. Voltei alguns minutos depois com cartazes impecáveis. Pra minha sorte ou pela fé, o mesmo branco voltou para ver meus cartazes sem saber que eu os tinha feito. Ficou surpreso e soltou um elogio sem tamanho. Prontamente respondi: Gostou? Ficou um belo trabalho de preto não? Eu que fiz.

Força e poder para o povo preto.”

Esse texto pertence à Fabio Marçal e é um reflexo de uma experiência primitiva e sem o menor nexo.

Até quando seremos apenas a cor, a aparência e a forma? Até quando seremos produtos, com rótulos bem elaborados? Quando é que vamos olhar pro outro como uma continuação de nós mesmos? Quando vamos nos dominar pelo amor?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,499,046SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bonecas devolvem alegria e autoestima a pacientes com Alzheimer

Também chamada de “Terapia de Abraços”, a técnica resgata memórias sobre a maternidade/paternidade.

Fair play: Jogador de rugby esquece o jogo para ajudar outro do time adversário que foi machucado

Desde 1896, milhares de medalhas de ouro, prata e bronze foram distribuídas. Mas existe uma honraria tão especial que até hoje, apenas 11 seres...

Empresa de tecnologia cria dragão robótico único para menina que superou o câncer nos EUA

Um pedido despretensioso de uma adolescente com câncer virou uma verdadeira obra de obra tecnológica de uma empresa americana. A jovem Belle Cress, 14 anos,...

Motoristas desligaram os taxímetros para ajudar pessoas a saírem de perto do ataque em Manchester

Em toda tragédia conseguimos identificar grandes heróis, mesmo diante de tamanha maldade, pudemos encontrar pessoas que conseguem fazer a diferença na vida de pessoas....

Universidade do Estado da Bahia cria cotas para transexuais

A partir do ano que vem, a instituição oferecerá cotas para transexuais, travestis, quilombolas, ciganos, pessoas com deficiência e autismo.

Instagram