Aluno do Samuzinho que salvou primo engasgado se forma em socorrista-mirim

Oficialmente socorrista-mirim!


aluno samuzinho diploma socorrista-mirim
PUBLICIDADE ANUNCIE

Em junho, graças aos conhecimentos adquiridos no projeto “Samuzinho”, o pequeno Walter Neto, 7 anos, salvou seu primo, Davi, 3 anos, após ele se engasgar com uma espinha de peixe. Dois meses depois, ele se formou no curso de socorrista-mirim.

O menino recebeu a certificação de conclusão do curso na quarta-feira (28), no Teatro do Boi, na Zona Norte de Teresina (PI).

Ajuda para campeão de jiu-jitsu que vende biscoitos para competir

Walter disse em entrevista ao portal G1 que seus amigos costumam pedir para ele mostrar como fez para salvar o primo e outras manobras aprendidas no curso. “Na escola eles pedem pra eu ensinar as técnicas e eu ensino. Quando o Davi engasgou eu disse para minha mãe ‘eu consigo ajudar’ e eu ajudei”, disse.

aluno samuzinho abraça primo

Anna Gabriela, mãe do socorrista-mirim, diz que ainda fica tensa ao se lembrar do almoço em que o sobrinho se engasgou, mas disse estar orgulhosa pela formatura do filho.

“Quando lembro daquele dia ainda fico um pouco assustada. Hoje na formatura dele estou me sentindo muito feliz e grata pelo projeto. E além dele estar se formando no Samuzinho, ele está se transformando em um cidadão melhor”, contou.

Leia também:

“Hoje ele ensina para a gente o que ele viu no curso, as manobras que ele aprendeu”, completou a mãe de Walter.

aluno samuzinho diploma socorrista-mirim

PUBLICIDADE ANUNCIE

Ajuda para campeão de jiu-jitsu que vende biscoitos para competir

Formandos do Samuzinho

Davi esteve presente na formatura do primo. “Eu ‘tava’ assistindo desenho e a espinha do peixe entrou e o Walter fez assim na minha barriga e eu fui chorando. Ele me salvou.”

Outras 51 crianças foram certificadas como socorristas-mirins na cerimônia. “Nosso projeto reúne crianças de 7 a 12 anos e o objetivo principal é ensinar a elas noções de primeiros socorros. Além disso, também ensinamos sobre cidadania, altruísmo, empatia e amizade”, explicou a instrutora do projeto, Tânia Furtado.

“As crianças saem comunicativas, menos tímidas, e conseguem aplicar essas noções na prática. Já temos casos, como o do Walter, de crianças que até salvaram vidas”, pontuou Tânia Furtado.

cerimônia graduação samuzinho cerimônia graduação samuzinho

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1/Fotos: Rafaela Leal/G1

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar