Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão


Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Mesmo com salários atrasados e benefícios bloqueados, os funcionários de uma clínica do bairro Guaratiba, no Rio de Janeiro, não mediram esforços para ajudar a vendedora Marta Maria da Costa, 39 anos, que comercializava seus produtos em um carrinho de mão na frente da unidade de saúde, debaixo de chuva e sol.

Na última sexta-feira (4), eles presentearam a Martinha, como é conhecida na comunidade Jardim Maravilha, com um trailer personalizado.

Os funcionários da clínica fizeram uma vaquinha e conseguiram arrecadar quase R$ 2.000,00 para construir o trailer. Agora, Martinha estará protegida do sol e da chuva e também vai poder levar e trazer seu negócio para casa de forma segura e prática.

Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão 2
“Delícias da Martinha”

“Até pra falar eu continuo emocionada, é difícil, fiquei muito maravilhada. Só tenho a agradecer. Tenho muitos amigos e sei que muita gente está envolvida, gente que eu nem conheço, não tenho nem ideia. Todos são verdadeiros anjos sem asas na minha vida. Tenho recebido muitas mensagens de carinho e força”, relatou a vendedora.

No momento da entrega do pequeno trailer, Martinha se emocionou, chorou e todos aplaudiram gritando: “Ela merece! Ela merece!”. Olha a emoção dela:

Olha que iniciativa linda dos funcionários da Clínica do Jardim Maravilha em Guaratiba. Os mesmo se ajuntaram fazendo uma vaquinha💰💰 e mandaram construir um trailer para uma moça que está desempregada, mas vendia seus salgados em baixo de sol e chuva enfrente a clínica da família.😍😍😍😍😍PARABÉNS PARA ESSES FUNCIONÁRIOS GUERREIROS QUE MESMO COM TODAS DIFICULDADES QUE PASSAM NO SERVIÇO PÚBLICO TIVERAM ESSA INICIATIVA LINDA DE AJUDAR UMA MORADORA DOANDO UM TRAILE PRA ELA.JARDIM MARAVILHA PRECISA DE MAIS ATITUDES COMO ESSAS! 🙌😍MUITO NOBRE ATITUDE DE VOCÊS! PARABÉNS.👏👏👏🙌🙌🙌❤❤❤💙💙💙💙🥇🥇🥇🥇🏆🏆🏆🏆#SOSJARDIMMARAVILHA #MAISPESSOASSIMNOMUNDO#AJUDANDOOPROXIMO

Posted by SOS Jardim Maravilha/ Guaratiba RJ on Friday, October 4, 2019

Martinha pensou em desistir

Martinha trabalhava em uma lanchonete da cunhada, que faliu. Sem emprego, ela resolveu improvisar e vender bolos, cafés e salgados na calçada da clínica para conseguir se sustentar.

Quando fazia muito sol, ela ficava toda queimada e alguns bolos estragavam. Quando chovia, ela tinha que correr para se abrigar e não conseguia trabalhar. Um dos quatro filhos dela saía vendendo os bolos de bicicleta pela comunidade para não perder tudo.

Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão 3
Martinha vendia produtos com um carrinho de mão e uma mesa improvisada

Eu já estava desanimando e pensando em desistir. Na semana de chuva, não dava pra trabalhar, entrava muito pouco dinheiro, e eu estou com dívidas, sem renda pra pagar aluguel, não dava para comprar um carrinho assim. Agora eu tenho proteção da chuva, do sol, um lugarzinho onde eu sei que eu vou poder trabalhar”, disse Martinha.

Campanha por Martinha mobilizou toda a comunidade

Antes mesmo da compra do trailer, toda a comunidade já colaborava com a vendedora por saber da garra e da batalha de Martinha. Uma amiga fazia as artes e divulgava o trabalho dela nas redes sociais, vários funcionários da clínica compravam produtos para ela revender na barraquinha improvisada, e um morador próximo permitia que ela guardasse parte do seu material na casa dele.

PUBLICIDADE ANUNCIE
Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão 4
A amiga Bianca ajudou a pintar o trailer

Para melhorar a vida de Martinha, os funcionários e amigos se juntaram para comprar uma tenda, mas viram que seria necessário algo melhor e decidiram pelo trailer. Como o valor era alto, a vaquinha atingiu gente até de fora da comunidade, e o serralheiro cobrou apenas o valor do material, deu a mão de obra de graça!

Uma amiga pintou, a outra fez a arte, outros transportaram, outros embalaram e todos fizeram a entrega. “Divulgamos a ideia e muitas pessoas entre os funcionários da Clínica da Família José de Paula Lopes Pontes (agentes de saúde e de endemias, médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos, administrados, etc), parentes de funcionários, amigos nossos que nem a conhecia abraçaram a causa”, explicou a amiga Bia Castilho.

Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão 5
Os funcionários da clínica embalaram o trailer para entregar à vendedora

“Ela é muito batalhadora e sempre quis dar tudo de melhor para os filhos, que aliás, ajudam bastante a ela. A filha dela é que faz os bolos, o outro carrega as coisas, enfim, ficamos felizes por ajudar essa família”, disse a agente de saúde Erika Souza.

“Mesmo com o pouquinho do dia a dia, ela agradece por tudo, inclusive por todas as dificuldades do dia a dia. Ela nos mostra o quanto é bom não desistir. Martinha ganhou o seu presente e nós ganhamos por saber que a união de muitos fez uma pessoa tão feliz”, disse a amiga Fernanda Dias.

Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão 6
Moradores fizeram arte personalizada, pintaram e adesivaram trailler

Leia mais:

Milhões de pessoas são guerreiras como a Martinha

Assim como Martinha, outros mais de 36 milhões de brasileiros trabalham informalmente, conforme pesquisa divulgada em agosto pelo IBGE. Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua mostram que 41,3% da população que trabalha estão na informalidade, patamar que atingiu recorde histórico desde 2012, quando a pesquisa foi iniciada.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

beija-flor

crédito das fotos: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar