fbpx

Homem usa moto aquática para resgatar pessoas ilhadas em alagamento na Grande São Paulo


Homem usa moto aquática para resgatar pessoas ilhadas em alagamento na Grande São Paulo
PUBLICIDADE ANUNCIE

“Comecei a salvar uma pessoa, duas, quando vi já tinha socorrido umas 20 pessoas”, conta o motoboy Rafael Almeida, que usou uma moto aquática para resgatar os moradores ilhados da região do Ipiranga, na Grande São Paulo.

Um temporal pegou a todos da capital paulista e região metropolitana de surpresa. Segundo informações da Defesa Civil, pelo menos sete pessoas morreram em decorrência das enchentes e alagamentos; centenas ficaram feridas.

Leia também: Artista transforma crianças da Cidade de Deus em super-heróis (que realmente são!)

Rafael relata que viu diversos carros completamente debaixo d’água, e motoristas sobre os veículos, esperando o socorro chegar.

Voluntariamente, o rapaz começou a resgatar todos aqueles que estavam ilhados após receber a ligação de um amigo. Ele estava de folga após um longo turno de trabalho no dia anterior; assim que soube da notícia, pegou a moto aquática na garagem de casa e saiu às ruas com ela, procurando a quem ajudar.

Diversas regiões de São Paulo ficaram alagadas, como o ABC Paulista, a Marginal Tietê, Mooca, Cambuci, Ipiranga e Vila Prudente – somadas, houve o maior volume de chuva registrado em anos: 735 mm.

Homem usa moto aquática para resgatar pessoas ilhadas em alagamento na Grande São Paulo
Rapaz usa moto aquática para resgatar ilhados na Zona Sul paulista.. Foto: Reprodução / TV Globo

Transtornos

Segundo um levantamento realizado pelo Corpo de Bombeiros, foram 601 ocorrências de enchentes, 34 quedas reportadas de árvores e 54 ocorrências de desabamento sobre na madrugada desta segunda.

Leia tambémMotorista de ônibus resgata morador de rua de frio congelante e ambos se tornam amigos

Sete pessoas morreram, sendo quatro apenas no desabamento de uma casa em Ribeirão Pires, no ABC Paulista.

Homem usa moto aquática para resgatar pessoas ilhadas em alagamento na Grande São Paulo
Motoristas ficam presos no trânsito na Marginal Tietê devido a ponto de alagamento na Ponte da Casa Verde. Foto: Reprodução / TV Globo

Em São Caetano do Sul, um ônibus ficou ilhado pela água e os passageiros passaram horas esperando o resgate dos bombeiros.

No teto do ônibus, um rapaz com uma criança no colo relatou que deixou seu carro no estacionamento de um supermercado próximo, pois não havia jeito de sair. “Tá tudo cheio d’água [o carro]. Tá boiando lá”, contou.

Homem usa moto aquática para resgatar pessoas ilhadas em alagamento na Grande São Paulo
Bombeiros resgatam mulher e crianças que estavam ilhados em alagamento em São Caetano do Sul. Foto: Reprodução / TV Globo

Já uma mulher estava em prantos por não conseguir sair do trabalho – ela tinha deixado o pai, que está doente, sozinho em casa. “Eu sai para trabalhar, sou filha única, meu pai é acamado, deixei ele sozinho e não consigo voltar. Tô pedindo ajuda dos bombeiros, tento voltar desde a meia-noite e não dá”, disse ela, que estava ao lado de casa. “Meu pai é deficiente, ele usa fralda, tem uma doença neurológica e está sem comer”, lamentou. Horas depois, ela conseguiu sair do estabelecimento e ir para casa.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Leia tambémMulher resgata cachorro ferido em montanha de 3 mil metros

Saiba como ajudar

Quem quiser ajudar as vítimas pode levar/encaminhar doações de roupas (adulto e infantil), alimentos não perecíveis, água, produtos de higiene e ração de animais para os seguintes endereços:
 
– Paróquia Nossa Senhora das Dores: rua Tabor, 282
– Paróquia Santo Antônio: rua Álvaro Fragoso, 674
– CEU Parque Bristol: R. Professor Artur Primavesi, s/n
– CEU Heliópolis: Estrada das Lágrimas, 2385
– Quadra da Imperador do Ipiranga: Av. Carioca, 99
[Nota da Redação]

Conheça a história do Jorge, que transforma crianças de comunidades em super-heróis:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) on

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Com informações do G1.

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar