Pimp My Carroça realiza mutirão de reforma e pintura de carroças de catadores de SP

Catadores e catadoras de São Paulo tiveram suas carroças reformadas e pintadas por artistas e grafiteiros convidados pelo projeto.


Pimp My Carroça reforma carroças catadores sp
PUBLICIDADE ANUNCIE

Com o objetivo de chamar atenção para o importante trabalho feito por catadoras e catadores de materiais recicláveis, o movimento Pimp My Carroça realizou a 22ª edição do Pimp My Carroça em Circuito.

Com uma programação especial voltada a esses verdadeiros agentes ambientais, o evento foi gratuito e aconteceu no dia 30/11, das 9h às 18h, na rua Gustav Willi Borghof, 450, no bairro da Barra Funda, em São Paulo.

Catadores e catadoras de São Paulo tiveram suas carroças reformadas e pintadas por artistas e grafiteiros convidados pelo projeto e receberam itens de segurança, como capa de chuva, luvas emborrachadas, roupas refletivas, dentre outros.

Durante a reforma, os catadores participaram de atendimentos saúde, bem-estar e beleza, além de prática de yoga e consulta veterinária para seus cachorros, tudo oferecido por instituições parceiras e voluntariado. Até os animais de estimação receberam atendimento veterinário.

O evento foi aberto ao público em geral e contou com apresentações de artistas como BNegão, Denise Alves, Lê Coelho e performances do Slam Resistência, além de food trucks com diferentes tipos de comida para os participantes e uma importante roda de conversa com os catadores e catadoras para debater um pouco mais sobre a profissão e seu dia a dia.

Pimp My Carroça reforma carroças catadores sp

Segundo Carol Pires, coordenadora do projeto, a ideia central é promover um mutirão de melhorias e pintura das carroças utilizadas por catadoras e catadores. Estruturando uma oficina para a realização de serviços de funilaria e convidando artistas visuais que, por meio do graffiti, criam pinturas nas carroças para chamar a atenção das pessoas. “Queremos destacar a importância do trabalho realizado por esses catadores e catadoras. São eles que contribuem com o meio ambiente, promovem uma cidade mais limpa e aterros menos saturados”, explica ela.

Leia tambémEstudantes de veterinária atendem gratuitamente cavalos de carroceiros em BH

Realizado com base nos modelos de mutirão e voluntariado, o Pimp My Carroça em Circuito acontece desde 2012 e já atendeu 684 catadores e catadoras, com a participação de 1.551 voluntários e 677 artistas. Ao todo, foram realizadas 21 edições em cidades como São Paulo, Salvador, Recife, Manaus, Cuiabá, Brasília, Bogotá, Medellín, Quito, dentre outras.

Para Fabiana da Silva, catadora e morada da Favela do Moinho, em São Paulo, o evento é uma oportunidade de ampliar a visibilidade dessa classe que, por vezes, é esquecida. “Conseguimos ver como está nossa saúde, porque nós catadores esquecemos muito da nossa saúde. Além disso é uma maneira de ajudar a arrumar nossas carroças, com o pouco valor que ganhamos por nosso serviço, não é fácil melhorar nosso objeto de trabalho”, revela Fabiana.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Pimp My Carroça reforma carroças catadores sp

“Decidimos fazer parte deste movimento porque acreditamos no poder transformador que ele tem na vida das pessoas. Enxergarmos a possibilidade de em conjunto com a galera do Pimp ampliar o conhecimento sobre o projeto. Queremos juntos e cada vez mais disseminar a mensagem da importância desses catadores e catadoras para o meio ambiente”, afirma Richard Lee, Head de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev.

O projeto é uma iniciativa do Pimp My Carroça, movimento que visa criar visibilidade social e remuneração mais justa para catadores e catadoras de materiais recicláveis, e conta com o patrocínio da Cervejaria Ambev, firmado via Lei de incentivo à Cultura – PRONAC.

Sobre o Pimp My Carroça – o Movimento

É um movimento que atua desde 2012 para tirar os catadores de materiais recicláveis da invisibilidade – e aumentar sua renda – por meio da arte, sensibilização, tecnologia e participação coletiva.

Pimp My Carroça reforma carroças catadores sp

Desde o seu início, mais de 1.900 catadores/as foram atendidos, mobilizando cerca de 1.200 grafiteiro(as) e aproximadamente de 2.400 voluntário(as) – além de 23 cooperativas de catadores que receberam mutirões de pintura. As ações do projeto foram replicadas em cerca de 50 cidades de 15 países diferentes, como Colômbia, Argentina, EUA e Marrocos.

Em 2017 o Pimp My Carroça lançou o premiado app Cataki. O aplicativo é gratuito e aproxima o gerador de resíduo ao catador que vai dar a destinação correta a esse material. O objetivo da plataforma é utilizar a tecnologia para aumentar a renda dos catadores e ampliar os índices de reciclagem no Brasil.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fotos: Divulgação

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar