Policiais constroem casa para mulher que cuida das filhas e do pai doente (GO)

Outras pessoas também se comoveram com o caso e estão empenhadas em colaborar com a construção da nova casa de Maristela.


Policiais constroem casa para mulher que cuida das filhas e do pai doente (GO) 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Durante o período de folga, policiais militares organizaram um mutirão para construir uma casa para uma família carente de Goianésia, no interior de Goiás.

Os PMs ficaram sensibilizados com a situação financeira de Maristela Rodrigues, funcionária do quartel que cuida de duas filhas e do pai, que está bastante doente.

Ajude a pedreira Renata a construir a própria casa

O capitão do batalhão de Goianésia, Alexandre Fernandes, conta que Maristela vive em uma casa pequena, com dois cômodos, construída com placas de concreto. O marido dela abandonou a família há alguns meses, e desde então, sua condição financeira rapidamente se deteriorou.

policiais ajudam na construção de uma casa para mulher que cuida do pai doente

Policiais se sensibilizaram com situação de Maristela

“Ela é uma pessoa muito boa e está vivendo uma situação precária, mas nós sabemos que ela é uma guerreira; cuida das filhas, do pai – que é muito doente -, e paga a prestação do lote. Então, nós resolvemos ajudar”, disse Fernandes ao G1 de Goiás.

O aluguel do local custa R$ 580, o equivalente à metade do salário de Maristela, que recebe um salário mínimo.

Leia também:

PUBLICIDADE ANUNCIE

policiais ajudam na construção de uma casa para mulher que cuida do pai doente

O mutirão começou na última segunda-feira, 16, e contou com a participação de 13 policiais militares.

Para continuarem com a obra, eles têm pedido à comunidade a doação de insumos, como cerâmicas para piso, argamassa, vasos sanitários, pias e os móveis da nova residência. Apesar de gradual, a construção tem tido progresso.

policiais militares ajudam mulher que cuida das filhas e do pai doente

Amigos, vizinhos, colegas de trabalho e voluntários que ficaram sensibilizados com a situação da funcionária do quartel empenhados em colaborar com a construção da nova casa de Maristela.

Para conseguirem juntar o valor total necessário para o término da obra, eles estão promovendo uma rifa, cujo prêmio é um par de alianças, fruto de uma doação. “Ainda estamos em uma fase ‘grossa’ da obra, ainda falta muita coisa e toda ajuda é bem-vinda”, finalizou o capitão Alexandre.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1/Fotos: Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar