Colaboradores de rede de hotéis realizam ações voluntárias e mudam vidas

De 10 a 16 de dezembro, acontece a Solidarity Week, evento global da AccorHotels, em que todos os colaboradores da rede de hotéis se engajam com ações voluntárias em prol da comunidade local e ONGs parceiras.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em São Paulo, sede da AccorHotels na América do Sul, a iniciativa ocorre no dia 10 de dezembro, com a ‘Feira Solidária’: entidades parceiras apresentarão seus produtos (itens gastronômicos e artesanais) para venda.
A Feira é uma iniciativa da fundação da AccorHotels, Solidarity AccorHotels, que tem como propósito o desenvolvimento social através do financiamento de projetos sociais.

A Fundação beneficiou aproximadamente 500 mil pessoas em dez anos. Atualmente, 332 projetos são financiados em todo o mundo, impactando positivamente mais de 100 mil pessoas e seus familiares todos os dias. Na América do Sul, a Solidarity AccorHotels financia nove projetos: 600 pessoas foram atingidas diretamente apenas em 2018.

“A Solidarity Week é o evento mais importante do ano para a Solidarity AccorHotels. Mostramos as diversas oportunidades que podem ser geradas por meio de uma parceria frutífera entre a AccorHotels e ONGs comprometidas com o desenvolvimento sustentável das pessoas e do meio ambiente. O evento é realizado por cada hotel e unidade administrativa. As organizações beneficiadas são escolhidas pelos voluntários“, explica Antonietta Varlese, Vice-Presidente de Comunicação e Responsabilidade Social Corporativa da AccorHotels na América do Sul, ao Razões para Acreditar.

No Brasil, os voluntários compartilham conhecimento e experiências em seis projetos financiados pela Solidarity AccorHotels. De seis em seis meses, a AccorHotels recruta novos voluntários, mantendo viva a vontade do voluntariado na rede. Durante a Solidarity Week, são engajados colaboradores que preferem ações pontuais, em apenas um dia. Ao longo do ano, essas ações também são realizadas em alguns hotéis, não se limitando apenas à Solidarity Week.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eu acredito que essas iniciativas enriquecem a vida do voluntário e dos  beneficiados das organizações. Ambos se doam e aprendem. Acompanhar os projetos durante o ano todo e realizar a Solidarity Week é mais do que gratificante. É a prova de que os nossos esforços têm resultados e contribuem para a geração de conhecimento e de mão de obra qualificada para o mercado de trabalho.”

Varlese explica como o ato de voluntariar impacta positivamente a vida dos colaboradores: “Isso é perceptível por alguns fatores. Quando recrutamos voluntários para as ações e a resposta é imediata. Quando os relatos daqueles que participaram das ações contagiam outros colaboradores, gerando o desejo de participação ativa nas ações. E quando os projetos são submetidos para aprovação global, pois as iniciativas são indicadas pelos colaboradores que percebem a necessidade da comunidade e seu próprio potencial de mudança por meio do voluntariado”.

Conheça os seis projetos apoiados pela AccorHotels no Brasil

A parceria com a Unibes forma jovens na área de Hotelaria e conta com um apartamento Novotel para as aulas práticas: o curso prepara 60 jovens por ano para a indústria hoteleira.

“Fiquei inserida em um hotel por seis meses, aprendendo os passos na teoria e na prática. As aulas de atendimento me ensinaram a lidar com o público e mostraram quanto o turismo influencia a indústria hoteleira”, destaca Nailda Souza, ex-estudante do curso de Hotelaria da instituição Unibes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto com a Arca do Saber também capacita jovens na área de Hotelaria. Essa capacitação foca na atuação em restaurantes e é feita em parceria com o Senac.

“Gostei muito da estrutura da ONG e dos professores voluntários da AccorHotels, que nos receberam muito bem. Graças à capacitação, consegui um trabalho como jovem aprendiz, que tem me ajudado bastante”, conta a ex-aluna do curso de Hotelaria, Maria Bruna, que hoje é jovem aprendiz da Ipsos, multinacional de pesquisa de inteligência de mercado.

Com o projeto Jovens em Ação, durante seis meses, a ONG mineira Humbiumbi ministra aulas que desenvolvem o senso crítico, ético e amigável dos jovens. Aulas com noções básicas de governança, vendas, recursos humanos, recepção e atendimento ao cliente no universo da hotelaria também fazem parte do projeto.

“Aprendi a me comunicar melhor, a ouvir e a respeitar outras opiniões. As aulas teóricas foram sensacionais, começando pelos voluntários da AccorHotels, que reservaram um tempo para o projeto e se prepararam para trazer conhecimento, nos dando, assim, a oportunidade de sonhar, de acreditar, de valorizar as pequenas coisas”, conta o estudante da ONG Humbiumbi, Victor Laporaes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Anualmente, a ONG IA3 atua na capacitação profissional de 60 mulheres socialmente desfavorecidas por meio de atividades artesanais e inclui workshops de empreendedorismo e gestão, além de apoio psicológico para facilitar a integração social.

A FAS (Fundação Amazonas Sustentável) desenvolve atividades de turismo sustentável e aprimora a qualidade de vida das comunidades costeiras do Amazonas (foto de capa). O projeto “Reserva Uatumã” capacita 60 empreendedores do turismo de base comunitária, com cursos de gastronomia regional, guia de pesca esportiva e empreendedorismo.

“Nem todos os nossos piloteiros estavam preparados e, a partir do curso de guia de pesca esportiva, percebemos que todos eles se tornaram capacitados para a realização deste trabalho”, relata a presidente da associação de Moradores de Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, Iracy Cleide Oliveira.

Centro Social Menino Jesus capacita jovens e adultos a atuarem na área de gastronomia como ajudantes de cozinha e também em áreas específicas, como sobremesas, saladas etc. Os participantes colocam em prática seus conhecimentos nos eventos organizados pela ONG.

“Agradeço a todos da ONG Centro Social Menino Jesus pelo trabalho maravilhoso que fazem na vida das pessoas, possibilitando novas oportunidades. Sem o curso na área de gastronomia, eu não teria tido a oportunidade de ser contratada no grupo em que atuo”, comemora Rose Eleutério, que hoje é auxiliar de cozinha em um grupo hoteleiro.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

colaboradores accorhotels realizam ações voluntáriascrédito da foto: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,266,727SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudantes nordestinos levam 59 das 75 medalhas na Olimpíada de História

O Nordeste é a região que mais conquistou medalhas na Olimpíada Nacional de História do Brasil.

Fotógrafo captura cães chacoalhando em câmera lenta

Inspirado em seu próprio animal de estimação, o fotógrafo americano Carli Davidson capturou o momento em que diversos cachorros tentam expulsar a água de...

Beyoncé vai pagar a faculdade de mulheres “corajosas e criativas” nos EUA

Queen Bey vai dar quatro bolsas de estudo para mulheres que "não têm medo de pensar fora da caixa e são corajosas, criativas, conscientes e confiantes".

Harry e Meghan Markle doam flores do casamento a hospício

Um gesto encantador e à altura da realeza britânica.

Jovem fez 1000 pássaros de origamis e distribuiu a 1000 pessoas desconhecidas

A holandesa Marielle Coppes fez 1000 tsuru's coloridos e presenteou de forma aleatória 1000 estranhos pelas ruas, com o objetivo de fazer o dia...

Instagram

Colaboradores de rede de hotéis realizam ações voluntárias e mudam vidas 3