Coletora recebe ajuda para filhos estudarem Medicina em universidades federais

Clique e ouça:

A coletora de materiais recicláveis Maria Aparecida, 41 anos, é só alegria! Os dois filhos mais velhos dela foram aprovados no curso de Medicina em universidades federais!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ainda está caindo a minha ficha. Estou muito feliz. A gente sabe da grandeza de Deus, mas não sabe o tamanho”, disse.

Mas Maria passou dias bastante difíceis antes de receber a melhor notícia da sua vida.

No ano passado, ela travou uma batalha contra o câncer. Maria teve que se afastar do trabalho e, sem essa renda, a situação financeira da família piorou.

coletoras de reciclaveis assaltada recebe doações para filhos medicina

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nesse meio-tempo, a coletora sofreu um assalto à mão armada praticado por dois homens em uma motocicleta. Os criminosos a arrastaram pelo asfalto e atiraram contra ela, sendo que um dos tiros atingiu Maria de raspão na cabeça.

Levaram dinheiro, documentos pessoais e o aparelho celular da mulher. Após a divulgação da história, a coletora recebeu uma série de doações e compensações financeiras.

“Vai ajudar demais. Até o final deste ano o dinheiro vai dar, depois Deus proverá”, diz ela, sempre alicerçada nos fundamentos de sua fé.

Com o passar dos dias, mais doações chegaram, desta vez, para os filhos de Maria Aparecida: Moisés, 22 anos, e Milene, 19 anos, que foram aprovados no curso de Medicina das Universidades Federais de Goiás e do Tocantins, respectivamente.

coletoras de reciclaveis assaltada recebe doações para filhos medicina

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Profissionais da área jurídica também ofereceram ajuda para Maria conseguir o Auxílio Doença da Previdência Social.

“Eu agradeço demais a todas estas pessoas. Não tenho nem palavras. Sei que Deus vai retribuir a cada uma”, crê.

Você pode fazer uma doação para Maria Aparecida via depósito bancário. O banco é Caixa Econômica Federal, Agência 0013, Conta Poupança 00131833-3, CPF 905.432.461-91.

Relembre a história da Raíssa, filha de uma empregada doméstica e também aprovada em Medicina em uma universidade federal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[Nota de Redação]

O seu Zezinho tem 68 anos e nunca foi à escola. Ele queria muito aprender o alfabeto e finalmente poder escrever o próprio nome. Gentil toda vida, uma professorinha de 9 anos começou a ensinar o vendedor de picolé a ler e escrever.

[Ajude um jovem que montou uma escola no interior do Tocantins com materiais de um lixão para crianças carentes a construir uma escola de alvenaria. Clique aqui e doe.]

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: O Popular/Fotos: Reprodução/O Popular

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,026,486FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,972SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Policiais unem-se a manifestantes em ato contra racismo e violência, nos EUA

É preciso tomar muito cuidado com generalizações, afinal, a profissão e a raça de uma pessoa não podem a definir. E para provar isso, diversos...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Surfistas vão todos os dias à praia para salvar vidas e recebem gratidão de banhistas

Só quem já passou pelo susto de perder o controle ao nadar em um mar ou uma piscina sabe o tamanho do alívio quando...

Instagram