Coloque roupa e “Amor no Cabide” e deixe para alguém que precisa se agasalhar

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO



O inverno já está acontecendo e o projeto ‘Amor no Cabide’ convida todos a doar um agasalho para quem não tem o que vestir no frio. A ideia é simples e qualquer pessoa pode participar.

Em Porto Alegre, o projeto espalha cabides pela cidade e promove a doação de agasalhos. Na prática, os participantes do projeto colocam as roupas nos cabides e esperam que alguém passe para levá-los. O movimento conta com o bom senso de todos para que os mais necessitados se apropriem das doações.

A ideia surgiu num almoço de inverno entre três amigas. “Queríamos retribuir todo o amor que nos rodeia. O amor de pai e mãe, de vó e de irmão, de namorados, e de amigas como nós. Aquele amor que conforta. O amor que aquece.”

Helena Legunes, Luana Flôres e Laura Camardelli começaram a coletar roupas, prender plaquinhas e conversar com as pessoas que pegavam as roupas, até que os cabides foram sendo realimentados por outras pessoas. “É uma iniciativa. Rápida. Simples. Democrática. É um movimento fácil – a gente só precisa tirar o cabide do armário e levar para rua para quem precisa.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Curiu a ideia? Quer fazer uma ação parecida na sua cidade? As jovens ensinam como. É só clicar aqui.

Todas as imagens: Reprodução/Facebook Amor no Cabide

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,022,894FãsCurtir
2,171,660SeguidoresSeguir
11,617SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Com 4 filhos pequenos, dona de casa abandonada por marido recebe apoio de internautas

A jovem mamãe Andreza Santos Araújo, 23 anos, mora e cria sozinha seus quatro filhos pequenos em Várzea Grande, Mato Grosso. Desde que o...

Universitário de 92 anos se adapta à tecnologia e nos dá uma linda lição de resiliência e otimismo

Não existe idade certa para realizarmos nossos sonhos e o universitário Carlos Augusto Manço, que entrou na faculdade aos 90 anos, é um dos...

Instagram