Com 91 anos, ela é a pessoa mais velha a concluir um doutorado na França

Nós do Razões acreditamos que nunca é tarde para você realizar seus sonhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • O livro Seu Sonho tem Futuro veio para que você viva seu sonho e crie renda extra, sem gastar dinheiro próprio!

Vocês já devem ter reparado que sempre contamos histórias de pessoas com idade para serem nossos avós entrando na universidade e concluindo sua primeira graduação ou mesmo pós-graduação (relembre a história do pedreiro Joaquim aqui).

A história de hoje é a de uma francesa de 91 anos que se tornou a pessoa mais velha a obter um doutorado na França, após se dedicar por três décadas à sua tese. Colette Boulier ainda recebeu menção honrosa da banca de avaliação da Universidade de Franche-Comté, em Besancon, que fica na região leste do país.

“Demorou um pouco para escrever porque fiz pausas”, contou Bourlier em entrevista à Agência France-Presse.

Com o título de “Trabalhadores imigrantes em Besancon na segunda metade do século 20”, a tese que ela defendeu foi baseada na sua própria experiência como professora de literatura em programas destinados a imigrantes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Boulier começou a cogitar o doutorado em 1983, assim que se aposentou. O tempo que uma pessoa leva para concluir o doutorado na França é geralmente de três anos. Mas, para o professor Serge Ormaux, a francesa foi uma estudante “extremamente atípica”.

Leia também: Aos 102 anos, judia recebe título de doutorado negado por nazistas

Ela é provavelmente a única pessoa que conheço que sabe todos os aspectos nos mínimos detalhes e que foi capaz de amarrar tudo. Ela embasou sua pesquisa com análises estatísticas”, disse também à Agência France-Presse.

via [UOL]

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Notícias ruins levam a ciclo de tristeza, diz estudo: já notícias boas, fazem bem à saúde mental

Consumir notícias ruins diariamente leva a um ciclo danoso de tristeza, fadiga e angústia. No sentido contrário, consumir notícias boas faz bem à saúde mental e gera sentimentos como empatia, esperança e felicidade!

Voluntários colorem espaços públicos degradados em São Luiz do Paraitinga (SP)

Em São Luiz do Paraitinga, no interior de São Paulo, voluntários começaram a devolver um pouco mais de vida a espaços públicos degradados,

Como fazer uma diferença significativa no mundo vendendo sorvetes?

A relação entre fazer a diferença no mundo e vender sorvetes pode não ser clara à primeira vista, mas a Ben & Jerry’s mostra...

Cientistas brasileiros criam prótese que devolve voz a quem perdeu laringe por câncer

A prótese de voz é um tipo de válvula que permite a produção de som semelhante à voz de um falante saudável com rouquidão moderada, porém quase normal em termos de volume e intensidade.

Veja este incrível projeto fotográfico que une famílias e seus animais – e nos ensina sobre o amor!

Existem inúmeras configurações familiares, já que o que importa realmente são os laços e o amor entre seus membros. Mas não podemos esquecer dos...

Instagram