Com a prática da jardinagem, penitenciária recupera mulheres presas no Acre

No Acre, as plantas tem o poder de purificar o ar, embelezar paisagens e diminuir o tempo de reclusão de algumas presidiárias (!).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Explica-se: o Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde (FOC), localizado em Rio Branco, adotou a jardinagem como atividade ocupacional para algumas mulheres reclusas naquela prisão. Além de manter o viveiro do estabelecimento através de uma atividade prazerosa, as participantes da iniciativa ganham o benefício da remissão de pena – a cada três dias de trabalho no viveiro de plantas, têm direito a menos um dia de reclusão.

O programa conta, atualmente, com oito mulheres em regime fechado. A atuação das reeducandas já garante ao viveiro uma diversidade de mais de 70 espécies de plantas e todo o trabalho é coordenado pela agente penitenciária e engenheira agrônoma Tissiane Maciel.

“É visível a diferença entre as reeducandas ligadas ao cultivo das plantas e as demais. Aquelas em contato com a natureza, no cultivo das mudas, são mais calmas, enquanto as outras ficam mais ansiosas”, avalia Tissiane.

Fotos: Luciano Pontes/ Secom

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As participantes confirmam o sucesso da ação: “Passar o dia no viveiro é uma terapia. Quando chego aqui, sinto que estou livre. O trabalho com as plantas me faz esquecer onde estou e tem me ajudado a seguir em frente”, conta Ana Ferreira (nome fictício), 37 anos.

Clara Souza (nome fictício), 20, outra reeducanda, também aprova o projeto: “Quando não venho para o viveiro passo o dia triste. O convívio com a natureza me alegra a alma, é como se a minha única dívida fosse comigo mesma, na busca pela felicidade”.

Para ter direito à remissão de pena, a mulher em situação prisional deve trabalhar 40 horas semanais e deve ter sido julgada e sentenciada, além de apresentar atestado de realização de trabalho. As mudas cultivadas no viveiro podem ser compradas na própria penitenciária.

Fotos: Luciano Pontes/ Secom 13455322284_22ea4892c0_c 13455071263_bfe1838f9b_c

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudantes vítimas de golpe ganham baile de formatura com show gratuito de Buchecha

A empresa Fox Formaturas realizou um novo baile para estudantes do Rio de Janeiro que tiveram a festa cancelada em cima da hora.

Demitida aos 75 anos, mãe ganha linda surpresa do filho

Rebecca Danigelis trabalhou a vida inteira para realizar os sonhos dos seus dois filhos, menos os dela.

Marido registra a batalha de sua mulher durante os 5 anos da luta contra o câncer

Sendo o segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres. Apesar dos avanços da medicina no tratamento...

Jovem com Síndrome de Down se forma em Educação Física no RS

Ela é a primeira estudante com síndrome de Down a concluir o curso de Educação Física na PUCRS.

Modelo com síndrome de Down faz história e é novo rosto de marca de produtos de beleza

Aos 32 anos, Katie Meade é a nova garota-propaganda dos produtos de beleza da marca Beauty and Pin-Ups. Com seu principal produto chamado "Fearless" ("destemida" em inglês), eles escolheram a...

Instagram

Com a prática da jardinagem, penitenciária recupera mulheres presas no Acre 4