Com audiodescrição, voluntária faz noivos cegos “enxergarem” casamento

O casamento de Roberta Fernandes, 37, e Rafael Maurício da Silva, 38, no último dia 23 de junho, em Osasco (Grande São Paulo), foi narrado pela audiodescritora Lívia Motta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os dois são cegos. Rafael perdeu a visão em 2001 por causa de um descolamento na retina. Roberta ficou cega em decorrência do diabetes, em 2008.

Além deles, outras 24 pessoas com deficiência visual tiveram a oportunidade de “enxergar” a cerimônia por meio de um fone de ouvido. O equipamento móvel é semelhante ao usado por tradutores simultâneos.

Assim que os convidados cegos ou com baixa visão chegavam, Lívia oferecia o recurso.

Esse foi o terceiro casamento narrado por Lívia. A profissional diz não cobrar por esse serviço. Em janeiro de 2014 vai narrar outro casamento. Dessa vez, em Salvador (BA).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela emprestou os olhos dela pra gente”, afirmou o noivo -ainda bastante emocionado, após o término da cerimônia.

“Além das roupas, a Lívia narrava a fisionomia de cada um. Saber que as pessoas estavam sorrindo foi marcante”, lembra a noiva.

Descrever elementos visuais não melhora somente a compreensão de cegos. “A audiodescrição também pode ser voltada a idosos, pessoas com deficiência intelectual, analfabetos, autistas e pessoas com déficit de atenção”, explica Lívia.

01 02 03 04 05 06 07

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dica do Jorge Ferreira [via]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,289,873SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Foto de adorável lagarto dormindo confortavelmente dentro de uma rosa viraliza na web

As rosas são naturalmente belas flores, mas elas são ainda mais atraentes quando têm uma surpresa inesperada. A filha da usuária Cmycherrytree pegou uma dessas...

Mulher com doença óssea desafia limites e encontra nova maneira de tocar violino

Porque limites foram feitos para serem ultrapassados e a história da talentosíssima Gaelynn Lea Tressler, de Minnesota (EUA) mostra isso! Ela nasceu com um distúrbio...

Essa feirante optou viver com R$ 7 por dia, e o restante doar para caridade e escolas. Já doou mais de R$ 850 mil

Ela trabalha 18 horas por dia, seis dias por semana. Não importa quanto ganhe, a feirante Chen Shu-chu, 63 anos, diz precisar de apenas...

Delivery brasileiro combate desperdício e ainda oferece frutas e legumes muito mais baratos

Você sabia que mais  de 30% dos alimentos produzidos diariamente no Brasi são desperdiçados? Um número absurdo se pensarmos na quantidade de pessoas que passam fomem...

Aluno emociona faxineira devolvendo R$ 250 que ela havia perdido

Enquanto andava pelo pátio da escola, um menino de 11 anos deu de cara com R$ 250 e não pensou duas vezes: levou o...

Instagram

Com audiodescrição, voluntária faz noivos cegos "enxergarem" casamento 2