Com este tratamento, lixo vira água potável, produtos para agricultura e construção civil

Após 12 anos de estudo, o biólogo Guilherme Moraes dos Santos criou um novo tratamento para o lixo. O processo chamado “Digestão Molecular de Resíduos Sólidos” possibilita transformar o lixo e chorume residenciais em uma pasta que pode ser tratada de forma a servir para várias finalidades, além de reduzir em 80% o volume bruto do lixo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre as finalidades que esta pasta pode serivir, a mais importante é a de tornar-se água potável. Mas também pode ser usada como matéria-prima para construção civil, adubo natural e água reutilizável para jardins e limpeza de vias públicas.

O processo menos trabalhoso e com baixo custo, também contempla triagem e desinfecção de recicláveis para comercialização ou retorno à indústria.

copperlagos

A criação de Guilherme está sendo executada inicialmente na empresa Urbam, em São José dos Campos, São Paulo. “Toda a estrutura física da matéria, inclusive do lixo, segue um padrão dentro do absoluto controle da luz solar”, afirma em entrevista ao Envolverde.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O mau cheiro do chorume some em poucos minutos de tratamento. “Este processo é uma sinergia química, na qual a molécula de hidrogênio é condicionada em uma escala energética para desintegração e renovação da matéria. O hidrogênio, uma molécula muito atuante no planeta, transmuta tudo que não tem utilidade para renovação da vida ou sem funcionalidade ao equilíbrio biológico do solo. Os elementos químicos nocivos tornam-se benéficos”, conta.

Ele explica que mais do que eliminar totalmente o odor, o processo evita gastos milionários com manutenção de aterros. “A pasta é inerte, o que já justifica a importância deste tratamento dos resíduos que reduz em 80% o volume bruto do lixo”.

A pasta possui elementos químicos orgânicos essenciais à cadeia de nutrição do solo, plantas e vida bacteriana da terra. “É vantagem fornecê-la como fertilizante à agricultura para um resultado mais eficiente, preservando fontes de recursos da natureza, em substituição a adubos artificiais altamente impactantes”.

Tais medidas de logística reversa estão previstas na Lei Federal 12.305/2010 que versa sobre o Plano Estadual de Resíduos Sólidos no Brasil.

Veja no vídeo como funciona melhor:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após triagem de objetos mais resistentes, resíduos são inseridos no reator para processo de digestão molecular.

Foto-1

Segunda fase do processo de digestão molecular.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto-2

Terceira fase do processo de digestão molecular.

Foto-3

Chorume em estado natural para tratamento.

Foto-4

Chorume em processo de eletrocondutividade de hidrogênio, próximo à condição de água de reuso.

Foto-5

Amostras demonstram fases de purificação do chorume.

Foto-6

Tijolo ultraleve e resistente, resultado da digestão molecular de resíduos sólidos.

Foto-7

Fonte: Envolverde

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,241,492SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Adolescente salva criança que caiu do 2º andar de prédio na Turquia

Imagens capturadas por câmeras de segurança no distrito de Fatih, em Istambul, na Turquia, mostram o momento em que uma criança de 2 anos...

Médico transforma o dia de paciente internado com câncer levando guitarra para ele tocar

Tudo o que Curtis Exum, de Torrington, Connecticut (EUA), mais desejava enquanto estava internado no Hospital John Dempsey da UConn, era a sua guitarra. Ele...

Mestre de capoeira adapta a prática para a terceira idade: ‘Gingoterapia’

A gingoterapia movimenta a vida dos idosos da Comunidade Perus e bairros vizinhos, em São Paulo (SP). Pensada a partir dos movimentos da capoeira e...

Samsung cria estiloso vaso de flores que apaga incêndios ao ser arremessado

Em setembro do ano passado, uma das subsidiárias da gigante sul-coreana Samsung, a Cheil Worldwide, anunciou o lançamento do Firevase (vaso de fogo, em...

“Vendo flores apenas para a felicidade”, diz florista que não vende coroas de flores há 46 anos

A história da florista Francisca da Glória, 70 anos, é tão bonita quanto o desabrochar de uma rosa. Glorinha decidiu aos 9 anos que...

Instagram