Com rede de consultórios para população de baixa renda, dentista leva acesso à saúde bucal de qualidade e com preço baixo

Há algum tempo, publicamos sobre os médicos do Sírio Libanes e do Hospital Albert Einstein que abriram uma clínica particular com preços acessíveis em Heliópolis, relembre aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E outros empreendimentos com impacto social vem aumentando aqui no país, um deles é a MultiOrto, fundada pelo dentista Orestes Maciel em 2004, com o objetivo de atender à classe de baixa renda, em larga escala, principalmente na região do Nordeste.

O paciente paga apenas o eventual aparelho ortodôntico que precisará usar, além das radiografias. Ao custo de R$ 50 ao mês, o tratamento – que inclui limpeza, restauração e aparelhos corretivos — costuma durar de 24 a 36 meses. Atualmente, existem 46 dentistas que trabalham em 20 clínicas da rede. O impacto social é muito grande, afirma Maciel.

“No Brasil, 11% das pessoas nunca foram ao dentista e apenas 40% frequentaram consultórios nos últimos 12 meses.”

Desde a inauguração da primeira clínica, Maciel estima que 50 mil pessoas tenham sido atendidas. Ele avalia que há um grande mercado a ser explorado, e existem investidores dispostos a apoiar ideias inovadoras. Pesquisa realizada com o apoio da Artemisia identificou 28 investidores ávidos por aventuras responsáveis, com cacife entre US$ 89 milhões e US$ 127 milhões, para os setores de inclusão financeira, educação, serviços de saúde e energia renovável, entre outros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Artemisia, organização sem fins lucrativos, tem como missão inspirar, capacitar e potencializar talentos e empreendedores. Fundada em 2004, seu papel é acelerar empresas que apresentam soluções para os problemas sociais do País. Segundo Maure Pessanha, diretora-executiva da entidade, seu alvo são startups que tenham como foco baixa renda e causem impacto social positivo.

1501655_706713226029410_1421866967_o1Artemisia_MultiOrto

Matéria originalmente publicada pela revista Brasileiros. / Fotos: Arquivo pessoal e Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Moradores criam ‘muro da gentileza’ para doação de roupas e calçados a pessoas carentes no RJ

No último sábado, 13 de novembro, foi comemorado o Dia Mundial da Gentileza. Um ato gentil desarma até o mais insensível dos corações e é...

Professor de Libras presenteia aluna surda com par de tênis novos ao ver estado do seu calçado antigo

No início deste mês, o professor Carlos Fidalgo, educador e intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais) resolveu presentear uma de suas alunas, que...

Menino que usa o Paint para fazer lindos desenhos emociona Tatá Werneck com ‘retrato’ de seu cãozinho

O artista Pedro Rosa Santos, de 16 anos, de Várzea Grande (MT), emocionou Tatá Werneck com uma arte de Nino, o cachorro da comediante,...

[VÍDEO] Palhaço faz brincadeira em Libras com menino surdo e o surpreende

Tem gestos que nem precisam ser grandes, para significarem muito! É o que aconteceu com o Carlos Henrique, de 8 anos, e o Victor...

A cada fone de ouvido que você compra, essa empresa ajuda um surdo a recuperar a audição

Além de seus produtos, que são muito bonitos, a empresa tem um projeto chamado GIVING BACK. AMPLIFIED., algo como “Dando Retorno. Amplificado.” em português.

Instagram

Com rede de consultórios para população de baixa renda, dentista leva acesso à saúde bucal de qualidade e com preço baixo 2