Startup brasileira reduz evasão escolar e combate trabalho infantil na África

A Movva, primeira startup de nudgebots do mundo, participou de um estudo da Universidade de Pennsylvania (UPenn), nos Estados Unidos, e da Universidade de Zurique (UZH), na Suíça, sobre ferramentas para melhorar a educação pública na Costa do Marfim.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O país, que fica na região Oeste da África, registra altos índices crianças trabalhando. O trabalho nas plantações de cacau é um dos principais responsáveis pelos péssimos níveis de aprendizagem no país, que está abaixo da média da África sub-saariana em matemática.

A pesquisa documentou que mais de 40% das crianças do primeiro ciclo do Ensino Fundamental (a partir de 7 anos) trabalham no campo. A evasão escolar é de mais de 10% ao ano, e a repetência, em torno de 15%.

Além disso, a Costa do Marfim está inserida em um contexto em que é comum disciplinar as crianças por meio da punição física – uma cultura difícil de ser mudada –, o que dificulta ainda mais a aprendizagem.

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

Para contribuir com a mudança de cultura de punição física e trabalho infantil, incentivando o engajamento dos pais na vida escolar dos filhos e para mitigar o ciclo vicioso que culmina em repetência e evasão, os pesquisadores Guilherme Lichand (UZH) e Sharon Wolf (U Penn) testaram o nudgebot de engajamento educational da Movva.

O negócio de impacto social foi acelerado pela Artemisia, organização pioneira no Brasil no fomento e aceleração de negócios de impacto social.

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

Os nudgebots são robozinhos como os chatbots, mas que são focados em mudança de hábito. Na prática, a solução une os nudges – reforços positivos que sugerem comportamentos e incentivam escolhas que promovam a mudança de comportamento – aos bots, que são programas de computador criados para realizar tarefas repetitivas e automatizadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para engajamento educacional, a Movva desenvolveu o Eduq+ que envia nudges semanais, via SMS, com conteúdos e atividades incentivando a comunidade escolar se engajar na educação de jovens e crianças.

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

O experimento com o Eduq+ na Costa do Marfim começou em novembro de 2018 em parceria com a Jacobs Foundation e o Ministério da Educação local, e enfrentou contextos sociais diferentes aos que a Movva estava habituada com o trabalho que vem realizando no Brasil desde 2016.

Leia também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em um continente totalmente diferente, com outros idiomas, outro tipo de relação entre família e escola e com altíssima incidência de trabalho infantil (cerca de 40%, contra menos de 10% no Brasil). Os resultados foram muito relevantes.

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

Resultados

  • O uso da punição corporal caiu consistentemente entre as famílias que receberam os nudges.
  • Os alunos cujos pais receberam os nudges faltaram apenas metade das vezes do que aqueles que não receberam na região em que a colheita de cacau se estendeu durante o ano escolar.
  • No primeiro ciclo dos anos iniciais do Ensino Fundamental, as mensagens de texto para as famílias melhoraram a aprendizagem em leitura e matemática – como se as crianças cujos pais receberam os nudges estivessem um bimestre mais avançadas na escola do que aqueles que não receberam.
  • A evasão escolar diminuiu em todas as séries em cerca de 50%, chegando à redução de 70% no primeiro ciclo dos anos finais do Ensino Fundamental.
  • Nesse ciclo, a repetência caiu em um terço.

Somente em função das economias geradas pela menor repetência, o Ministério da Educação ivoriano poderia economizar 5 milhões de dólares por ano (líquidos dos custos com o nudgebot) se o Eduq+ fosse adotado em escala.

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

“Os resultados encontrados são surpreendentemente parecidos com aqueles que um estudo anterior realizado no Brasil, que encontrou melhoria de aprendizagem da mesma magnitude e redução da repetência de também um terço, entre os alunos do 9o ano do Ensino Fundamental na rede pública de São Paulo. No Brasil, os ganhos potenciais são ainda maiores: o Eduq+ tem potencial de aumentar o Ideb em 0.4 ao mesmo tempo em que economiza recursos das Secretarias de Educação ao reduzir a repetência, ou seja, uma economia estimada em mais de 12 reais para cada real investido no nudgebot”, afirma Guilherme Lichand, cofundador e presidente do Conselho da Movva.

Startup brasileira reduz evasão escolar combate trabalho infantil África

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,811,797SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Torcida do Corinthians faz campanha contra gritos homofóbicos na final do Paulista

A grande final do Campeonato Paulista ocorreu neste último domingo (21), no estádio Itaquerão, sagrando o Corinthians, campeão paulista pela 30ª vez - terceira...

Rede social brasileira vai destinar 30% da receita de publicidade a causas socioambientais

Você compartilha momentos e ajuda causas socioambientais sem mexer no seu bolso.

Modelo de 22 anos com síndrome de Down conquista passarelas da Venezuela: ‘Me sinto empoderada’

A modelo venezuelana Jessica Jacinto tem apenas 22 anos, mas já desfila em importantes passarelas e é convidada para estampar capas de revista desde...

Após ter escola destruída a pedido do Governo, projeto faz campanha para comprar kombi e criar colégio itinerante no DF

O pessoal da Escola do Cerrado, um espaço criado por voluntários em uma ocupação em Brasília (DF), faz um trabalho super bacana levando conhecimento...

Advogada trans entra para lista da Revista Forbes de jovens mais influentes do Brasil

Pouco depois de se formar em Direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), onde era bolsista, a advogada Gabriela Augusto, 28 anos, fundou a "Transcendemos",...

Instagram

Startup brasileira reduz evasão escolar e combate trabalho infantil na África 1