Comediante responde com amor e generosidade a comentário ofensivo no Twitter

Sarah Silverman é uma comediante americana, famosa por seus shows de stand-up comedy, que tem feito sucesso na internet, após ter respondido da melhor maneira possível uma pessoa que a agrediu, através do Twitter.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi no final de dezembro, que após uma postagem, um seguidor a respondeu e a chamou de “p*uta”. Ela poderia ter ficado ofendida e respondido à altura, mas preferiu usar o caminho da compreensão e do amor! Tudo começou quando Jeremy Jamrozy viu que ela conversava com um apoiador de Donald Trump, ficou revoltado e resolveu xingá-la. Mas ele não tinha visto que, na verdade, ela tentava entender os motivos de uma pessoa apoiar o presidente americano.

O que aconteceu foi que depois que eles conversaram, ela entendeu que na verdade o homem que a agrediu tinha sido abusado sexualmente quando era uma criança de 8 anos e por isso, guardava muita raiva e tristeza com ele. Além do mais, ele disse que não tem amigos, pois tem problema em confiar nas pessoas e que sua vida tem sido desde sempre, muito difícil.

Durante a conversa ela também ficou sabendo que ele sofria de terríveis dores nas costas, por conta de várias hérnias de disco e que ele sente tanta dor, que não consegue trabalhar e não tem convênio médico para fazer o tratamento. Foi quando Sarah fez mais do que dizer palavras de apoio e decidiu marcar outras pessoas e amigos, que pudessem ajudar Jeremy a ser tratado. A resposta veio muito rapidamente e logo, uma clínica médica na cidade de Santo Antonio, ofereceu ajuda para tratar o homem. E, Sarah, inclusive, se ofereceu para pagar o tratamento inteiro!

Veja abaixo algumas das postagens originais:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“P*ta”

“Acredito em você. Li seus tuítes, vi o que está fazendo e sua raiva está escondendo sua dor. Mas, sabe, eu sei o que é isso. PS: minhas costas também doem pra caramba. Veja o que acontece quando você escolhe o amor. Eu vejo isso em você”

“Não posso escolher o amor. Um homem que parece Kevin Spacey me tirou isso quando eu tinha 8 anos. Não consigo encontrar paz, se eu pudesse encontrar o homem que quebrou meu corpo e tirou minha inocência, eu o mataria. Ele acabou comigo e eu sou pobre, então é difícil obter ajuda”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Não consigo imaginar sua fúria. Só de ler me fez querer fazer coisas ruins. Aguarde”

“Hey, Santo Antonio! Algum ortopedista especialista em costas e pescoços para ajudar meu amigo Jeremy? Ele tem várias hérnias de disco, não tem convênio e não pode trabalhar por causa da dor. Vamos ajudá-lo! Quem vem?”

Mais uma prova de que, mesmo com tanto ódio no mundo, devemos sempre responder com amor e generosidade!

Com informações de CBC

Fotos: We Heart It

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,860,568SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Rihanna busca água e carrega areia para ajudar a construir hospital no Malaui

A cantora, compositora, atriz, diplomata e empresária Rihanna, nascida em Barbados, pequena nação insular do Caribe, surpreendeu seus fãs recentemente, quando foi vista ajudando...

Policiais escoltam filho de detetive que faleceu até a escola para seu 1º dia de aula

Policiais do Gabinete do Xerife do Condado de Frio, no Texas (EUA), fizeram questão de levar um garotinho até a escola, em seu primeiro...

Um bairro inteiro com casas impressas em 3D será construído para famílias carentes

A tecnologia quando usada a nosso favor, pode simplesmente transformar a realidade de muitas pessoas, como é o que vai acontecer em El Salvador,...

Animação muito fofa conta a história de dois garotos que descobrem o amor

Finalmente, aquele curta – poderia ser um filme! – que a gente tanto aguardava.

Pais estimulam filho a preencher o álbum de figurinhas da Copa sozinho

Os pais do garoto viram no álbum de figurinhas da Copa uma oportunidade para ensinar ao filho planejar suas conquistas desde cedo.

Instagram