Comercial “Meu Primeiro Sutiã” ganha versão com menina trans

Um curta-metragem inspirado pelo clássico comercial “Meu Primeiro Sutiã“, lançado em 1987 pela marca de lingerie francesa Valisère, foi lançado recentemente pela Madre Mia Filmes e mostra uma protagonista que é uma garota trans.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O vídeo mostra os desafios e descobertas de uma adolescente que foi designada menino ao nascer, mas que se identifica com o gênero feminino.

No caminho, enfrenta colegas transfóbicos na escola e lida com as pressões para se enquadrar no gênero masculino. Um dia, seu pai descobre sua transgeneridade através de um diário com diversas fotos dela. Inicialmente consternado com a descoberta, ele surpreende ao acolher e presentear Ludmilla.

A atriz foi encontrada após várias audições realizadas pela equipe de produção, que queria encontrar uma personagem que tivesse uma história semelhante.

Após muita procura, eles chegaram à Ludmilla Galvan, uma adolescente trans que aos 10 anos de idade conseguiu mudar seu registro e ser legalmente chamada por esse nome. Quando tinha 12 anos, Ludmilla ganhou seu primeiro sutiã.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémVídeo reúne relatos emocionantes de pais de homens e mulheres trans

Daniela Galvan, mãe da adolescente, aparece no final do curta dando um depoimento: “Sempre foi uma menina por dentro. Uma menina, mas por fora um menino. Mas ela é uma mulher (…). Seja o que quiserem ser e sejam livres. Não se escondam. Se gosta de ser algo, seja”, declara.

Comercial “Meu Primeiro Sutiã” ganha versão com adolescente trans; assista!
Foto: Reprodução / Vimeo

Numa entrevista ao portal PropMark, Washington Olivetto, que dirigiu a propaganda original há 32 anos, comentou: “Acho mais do que natural que nos dias de hoje, quando a opção trangênero saiu do armário na vida e por consequência na publicidade, que seja feito um filme como esse inspirado no O Primeiro Sutiã”.

O curta-metragem foi feito sob encomenda pela ANTRA – Associação Nacional de Travestis e Transexuais. Haverá uma divulgação de massa nas redes sociais chefiada pela ROIx Content.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A história chama atenção para o acolhimento de pessoas trans no seio familiar, um dos primeiros espaços onde estes indivíduos sofrem de transfobia.

Confira o vídeo da campanha:

Leia tambémCurta emociona ao mostrar primeiro contato de pai com filha trans

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: NLUCON

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Comercial “Meu Primeiro Sutiã” ganha versão com menina trans 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,088,806SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Costureiras e detentas de presídio se unem para fazer uniformes para alunos das escolas do Rio

Detentas da Penitenciária Talavera Bruce em Bangu estão sendo as responsáveis pelos uniformes de diversas escolas da rede municipal do Rio de Janeiro. A iniciativa...

Escritora fala sobre a importância de conhecer os dois lados de uma mesma história

Chimamanda Adichie é uma escritora nigeriana. Apesar de ter nascido em um país do qual só ouvimos falar de miséria, Aids e Boko Haram,...

Em vídeo emocionante, tenista nº 1 do mundo consola jovem promessa após vitória

A tenista Naomi Osaka, 21 anos, atual número 1 do Mundo no ranking WTA, não deu chances para a jovem estrela em ascensão Cori Gauff,...

Com alimentos que iriam para o lixo, Austrália abre supermercado gratuito

A Austrália ganhou  o primeiro supermercado gratuito de produtos descartados pelos restaurantes, supermercados e pessoas. Criado pela ONG de combate ao desperdício de alimento OzHarvest,...

Internautas fazem vaquinha para ajudar casal de idosos que sustenta sozinho os 16 netos

Seu Gilberto, 54 anos, e dona Ana, 52 anos, são coletores de recicláveis há mais de 30 anos, em Sorocaba (SP). É com a...

Instagram

Comercial “Meu Primeiro Sutiã” ganha versão com menina trans 3