Comissária de bordo acolhe e ‘oferece amor’ à passageira em um momento de profunda tristeza

A atitude de uma comissária de bordo com uma passageira que estava passando por um momento delicado foi muito além de ser gentil e oferecer informações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A jornalista Patrícia Calderón, de 45 anos, estava viajando de Fortaleza para São Paulo para visitar uma tia, que era como se fosse uma mãe para ela, e que estava muito doente. As três horas e meia de voo foram angustiantes, mas foram amenizadas pelo carinho que ela recebeu da comissária de bordo.

Apoie um trabalhador autônomo nessa crise e faça sua doação no Mercado Solidário. Clique aqui para contribuir!

Patrícia saiu às pressas durante a noite do Ceará para visitar a tia que estava muito mal. Toda a aflição fez com que a jornalista caísse no choro durante o voo. A comissária Gabriela Collyer percebeu o sofrimento da passageira e ajudou durante todo o trajeto de todas as formas que podia.

A Gabriela me acolheu num momento de profunda tristeza. Eu não sabia ainda se encontraria minha tia (minha segunda mãe) viva ou morta. Foram as 3 horas e meia mais angustiantes da minha vida, e a Gabi me ofereceu amor“, relatou Patrícia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comissária de bordo dividiu o próprio lanche com a passageira

Gabriela soube que Patrícia estava sem jantar e, além dos biscoitinhos do serviço de bordo que são ofertados a todos os passageiros, a comissária dividiu o seu próprio lanche com Patrícia. Que atitude hein, mas não foi só isso.

“Ela compartilhou comigo um sanduíche de atum (que era dos comissários). Além do sanduíche, ela ainda preparou um lanchinho para que eu não ficasse com fome durante o meu trajeto do aeroporto até a casa dos meus pais. Passava da meia-noite, e ela se preocupou com isso”, disse a jornalista.

Nossa, gente! Que sensibilidade dessa comissária. 😍

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

E dentro da sacolinha com o lanchinho ainda tinha um bilhete escrito pela Gabriela. Vê só quanta empatia:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

https://www.facebook.com/patricia.calderon.357/posts/10212633871920236

As comissárias e os comissários de bordo costumam lidar com muitas situações e a empatia é essencial. É como a atitude da comissária que escreveu um bilhete com todas as dicas para uma passageira surda no seu primeiro voo.

Infelizmente, Patrícia perdeu a sua tia, mas toda a atenção e todo o envolvimento de Gabriela ajudaram a confortá-la. “Infelizmente, encontrei minha tia morta. Mas o carinho que recebi desta moça, que enxugou as minhas lágrimas no avião, me fez acreditar no ser humano e na empatia que transbordou em mim“, disse.

Antes de entrar no avião, Patrícia também já tinha contado com a ajuda de outra funcionária da LATAM Airlines, a Deiviane, que agilizou tudo para que ela conseguisse pegar o voo mais rápido. “Para essas duas mulheres, que desempenham lindamente a profissão delas, o meu mais profundo afeto e gratidão”, finalizou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: @calderonjornalista

selo conteúdo original

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Câmeras de segurança do mundo inteiro também registram… coisas boas

Não vou entrar no mérito da Coca-Cola, nem se é uma ação de marketing ou não, o que importa aqui são os bons sentimentos...

Padre oferece espaço para abrigar moradores de rua com coronavírus em SP

Pessoas em situação de rua são mais suscetíveis ao contágio do novo coronavírus, pois elas não têm acesso a medidas básicas de proteção, como...

Menino de Florianópolis ganha prêmio internacional por app para pessoas com perda auditiva

O aplicativo é destinado à solução dos ruídos dos dispositivos cocleares.

Mãe diz para filha chamar melhor amiga para noite do pijama e ela trouxe: uma senhora de 68 anos

Quando somos crianças, sempre temos um amigo ou uma melhor amiga que nos identificamos mais, não? E, mesmo que essa amizade não dure pra...

Aracaju recebe a primeira Escola Waldorf pública do Brasil

No último dia 28 de junho, Aracaju, em Sergipe, inaugurou a Escola Municipal de Educação Infantil – EMEI Dr. José Calumby Filho, a primeira...

Instagram

Comissária de bordo acolhe e 'oferece amor' à passageira em um momento de profunda tristeza 1