Comissária de bordo acolhe e ‘oferece amor’ à passageira em um momento de profunda tristeza

Clique e ouça:

A atitude de uma comissária de bordo com uma passageira que estava passando por um momento delicado foi muito além de ser gentil e oferecer informações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A jornalista Patrícia Calderón, de 45 anos, estava viajando de Fortaleza para São Paulo para visitar uma tia, que era como se fosse uma mãe para ela, e que estava muito doente. As três horas e meia de voo foram angustiantes, mas foram amenizadas pelo carinho que ela recebeu da comissária de bordo.

Apoie um trabalhador autônomo nessa crise e faça sua doação no Mercado Solidário. Clique aqui para contribuir!

Patrícia saiu às pressas durante a noite do Ceará para visitar a tia que estava muito mal. Toda a aflição fez com que a jornalista caísse no choro durante o voo. A comissária Gabriela Collyer percebeu o sofrimento da passageira e ajudou durante todo o trajeto de todas as formas que podia.

A Gabriela me acolheu num momento de profunda tristeza. Eu não sabia ainda se encontraria minha tia (minha segunda mãe) viva ou morta. Foram as 3 horas e meia mais angustiantes da minha vida, e a Gabi me ofereceu amor“, relatou Patrícia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comissária de bordo dividiu o próprio lanche com a passageira

Gabriela soube que Patrícia estava sem jantar e, além dos biscoitinhos do serviço de bordo que são ofertados a todos os passageiros, a comissária dividiu o seu próprio lanche com Patrícia. Que atitude hein, mas não foi só isso.

“Ela compartilhou comigo um sanduíche de atum (que era dos comissários). Além do sanduíche, ela ainda preparou um lanchinho para que eu não ficasse com fome durante o meu trajeto do aeroporto até a casa dos meus pais. Passava da meia-noite, e ela se preocupou com isso”, disse a jornalista.

Nossa, gente! Que sensibilidade dessa comissária. 😍

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

E dentro da sacolinha com o lanchinho ainda tinha um bilhete escrito pela Gabriela. Vê só quanta empatia:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O que dizer dos anjos que atravessam nossos caminhos? A Gabriela Collyer, comissária de bordo da companhia LATAM…

Posted by Patricia Calderón on Monday, 21 October 2019

As comissárias e os comissários de bordo costumam lidar com muitas situações e a empatia é essencial. É como a atitude da comissária que escreveu um bilhete com todas as dicas para uma passageira surda no seu primeiro voo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, Patrícia perdeu a sua tia, mas toda a atenção e todo o envolvimento de Gabriela ajudaram a confortá-la. “Infelizmente, encontrei minha tia morta. Mas o carinho que recebi desta moça, que enxugou as minhas lágrimas no avião, me fez acreditar no ser humano e na empatia que transbordou em mim“, disse.

Antes de entrar no avião, Patrícia também já tinha contado com a ajuda de outra funcionária da LATAM Airlines, a Deiviane, que agilizou tudo para que ela conseguisse pegar o voo mais rápido. “Para essas duas mulheres, que desempenham lindamente a profissão delas, o meu mais profundo afeto e gratidão”, finalizou.

Fotos: @calderonjornalista

selo conteúdo original

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,072,127FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,187SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos dão vida nova a idoso que recebeu arroz com ração de cachorro para comer

A história de seu José Adan começou triste, mas terminou muito feliz. Ele é um senhor idoso que vive em situação de rua e...

Yaci e Yara, filhas de quilombolas, são capa da Marie Claire

Dona Maria Santana deve estar orgulhosa, afinal, suas duas filhas gêmeas, Yaci e Yara, estão conquistando o mundo da moda com sua beleza estonteante...

Em apenas 24h, vaquinha para menino que cuida sozinho da mãe doente arrecada mais de R$277 mil

Genteeee, que alegria! Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para comprar uma casa para o menino José, 15 anos, a mãe...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Após vídeo viralizar, idoso recebe apoio de desconhecidos para salvar sua camisaria em SP

Apenas seis! Essa é a quantidade de camisas que o seu Odiney Pedroso, um senhorzinho prestes a completar 90 anos, vendeu desde o início...

Instagram

Comissária de bordo acolhe e 'oferece amor' à passageira em um momento de profunda tristeza 13