Como um homem perdeu 64 quilos em 10 meses mesmo sem conseguir andar

Quem não conhece essa história: Um jovem cheio de sonhos e ambições se alista para servir ao seu país, logo tem que defendê-lo em uma guerra. Sonhos e aventuras pela frente, força de vontade para servir à pátria. Aos poucos o jovem se depara com a dura realidade dos fatos e percebe que o sonho se tornou um grande pesadelo. Uma mina escondida, um tiro ou uma aterrissagem mal sucedida o tira da guerra e deixa uma grande marca: uma perna, um braço ou qualquer outra parte do corpo acaba sofrendo a consequência; ficam as sequelas. A guerra acaba e ao voltar para casa o jovem é condecorado, recebe todas as menções honrosas, mas é esse o fim? Não… Com sequelas, mas com esperanças, o jovem se  DESILUDE e PERDE as esperanças ao ouvir do médico: ” a lesão é permanente, sem volta”. O desânimo prevalece e em 15 anos junto a desesperança, surgem alguns quilos, seu físico já não é o mesmo e ninguém mais tem disposição para ajudá-lo. É aí que vemos que na vida, há pessoas e pessoas…esse é o caso do jovem do vídeo que apresento aqui, um paraquedista da Guerra do Golfo que depois de uma trajetória amarga e de muito sofrimento, encontrou em um professor de yoga a sua chance de voltar a viver. Após meses de esforço, o que parecia ser impossível aconteceu, uma vida renasceu. Em 10 meses ele perde cerca de 63,5kg. Essa é mais uma bela história para mostrar que são atitudes de amor  como a do professor de yoga que fazem a diferença no mundo em que vivemos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,265,903SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileiro realiza sonho de estudar música na Suíça com ajuda de campanha na internet

Weslei Felix Ajarda, de 18 anos, começou cedo na música. Aos três anos, o jovem de Porto Alegre já acompanhava seus pais, Luis Roberto...

Após infância traumática, jovem inspira outras meninas da periferia a serem o que quiserem: “multiplicar o impacto”

“Garotas da favela podem ser o que quiser”, a Bia Franco é mais uma prova que isso não é apenas uma frase. Mas o...

Fisiculturista com paralisia cerebral ignora “limites”

Sam tem paralisia cerebral, mas isso não o impede de praticar fisiculturismo, superar os limites do seu corpo e ser um atleta vencedor.

Invenção de estudante de 20 anos capaz de limpar o plástico dos oceanos será lançada no Japão

O jovem prodígio holandes Boyan Slat já apareceu aqui duas vezes. A primeira foi quando ele, aos 19 anos,  revolucionou o mundo com sua proposta de que...

Mãe pedala mais de cinco horas todos os dias para acalmar filho autista em SC

Os passeios diários são sagrados para a mãe, que costuma sair às 13h casa, voltando às 16h para um breve café, e retornando às ruas logo em seguida.

Instagram