Como uma simples conversa mudou a vida de um desempregado que pedia esmola

Alguns minutos da sua atenção, não precisa ser muito, podem mudar para sempre a vida de uma pessoa que perdeu o rumo da vida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um post publicado no Facebook pelo empresário Rafael Gomes Savae fala exatamente disso. Um rapaz identificado como Valdomiro apareceu na sua loja pedindo dinheiro. Mas, Rafael não quis lhe dar a “esmola”. Ele fez diferente: ofereceu ao Valdomiro 20 reais para ele cortar a grama da sua loja.

“Ele aceitou na hora! Tinha uma tesoura de jardinagem em minha caixa de ferramentas e lhe emprestei para o serviço, passados uns 30 minutos ele me chama para ver se ficou bom, tinha ficado ótimo! (Claro que se notava uma falta de prática e a ferramenta era limitada, mas notei muita boa vontade em seu serviço) Resolvi então, parar de fazer o que estava fazendo, sentar com ele na escada e conversar”, disse o empresário.

Os dois conversaram sobre a situação de Valdomiro e seus vícios (álcool e cigarro). Rafael pulou o assunto e falou como tinha começado do zero para chegar até onde chegou, para que sua história servisse de exemplo para Valdomiro.

Leia também: Vestido de garçom, vendedor de água inova e faz sucesso no trânsito em SP

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Peguei uma folha sulfite, uma caneta, e de uma forma bem simples ali montamos um plano de negócio, aonde ele deixaria de pedir esmola e passaria a oferecer serviços de jardinagem (…) Após nossa conversa marquei uma data para ele retornar em minha loja e me contar como estava indo. Mas ele não veio, acabei perdendo o papel que tinha anotado seu telefone, e acabou que acreditei que não voltaria mais.”

Esse é meu amigo Valdomiro, 4 meses atrás ele era um pedinte, passava de loja em loja pedindo dinheiro, até chegar no…

Publicado por Rafael Gomes Savae em Terça, 8 de março de 2016

Mas, quatro meses depois, para a surpresa de Rafael, Valdomiro apareceu na loja. “Sorridente, com uma bicicleta, uma máquina de cortar grama, uma extensão, uma vassoura e alguns acessórios da máquina. Sim! Ele voltou como jardineiro! Me contou que não veio antes pois se empolgou com o serviço, que tinha parado de fumar, entrado na igreja, não passaram mais fome em sua casa e que por dia consegue 2 a 3 serviços.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,755,527SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fotógrafo retrata casamento estonteante na Islândia

As fotografias de casamento continuam a se tornar cada vez mais e mais ousadas e espetaculares, as vezes posando na frente de um tornado ou...

Depois de ter problemas com vistos devido sua nacionalidade, Indiano viaja para 194 países

A idéia para a viagem começou em 2003, quando o Sr. Kashi Samaddar, de 55 anos,  nascido em Calcutá, ficou em Johannesburgo, África do...

Mais de 200 cães são salvos de eutanásia no maior transporte aéreo já registrado

O maior transporte aéreo de animais em uma mesma viagem.

Editora lança livro que aborda medo do escuro entre crianças e como lidar com ele

Com o objetivo de ajudar pais, mães e filhos a terem uma vida mais informada, saudável, feliz e menos ansiosa, o Estúdio Bicharada, de...

Com a agrofloresta, jovem leva fartura a comunidades de Uganda

Charles Batte ensina produtores locais a prevenir a erosão do solo e melhorar a produtividade através de um sistema milenar.

Instagram