Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade

Antes de começar a ler, dá um play nessa música:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=RsjiSfAmEeo”]

Sem pompas nem visões nem excitação maior que já sentida outras vezes nesta vida, ontem alguma coisa mudou em mim. Foi de repente. E decidi ser feliz. Feliz de verdade. Pela estrada empoeirada de Flores, janela aberta e vento quente no rosto, a pena saia mundo afora e diante daquela paisagem encantadora, ia se evaporando. A partir de agora serei feliz para sempre. Simplesmente feliz. Feliz da maneira mais simplória que se pode ser: feliz por existir. Feliz por nada. Feliz por tudo. Na saúde e na doença. Na alegria e na tristeza. Na riqueza e na pobreza. Até que a morte nos perpetue, serei feliz. Numa promessa em que nada foi prometido. Sem contrato, nem testemunhas, nem festa, uni-me com a vida. Esta minha vida mesmo. De agora. De antes. De sempre.

Foi lentamente. Lentamente fui me desprendendo até enxergar a felicidade como ontem. Com muita dor, toneladas de amarras, ilusões e equívocos foram ficando pelo caminho. E foi aqui, do outro lado do mundo, no ponto mais distante que vim até hoje, que a vida ganhou outras cores. Outra dimensão. Foi em Flores, e não poderia ser em outro lugar senão na Indonésia. Talvez meu amor desmedido por esta terra esteja agora explicado. Aqui sinto meus olhos mais abertos. Meu coração, mais vivo. Todo o amor que deixei aqui há 2 meses é quem sabe a semente deste despertar. Por causa deste amor, voltei. Nada na Indonésia acontece como imagino, mas tudo parece estar tão certo. Perfeito na sua imperfeição.

Uma alegria arrebatadora e sutil, sem explicação, sem motivo, sem porque, veio e explodiu num sorriso bobo que demorou a sair do meu rosto. Campos de arroz. Palmeiras. Montanhas. Vulcões. Mar. Crianças correndo. Estar naquela estrada, naquele carro, naquela ilha, naquele momento eram a razão da minha felicidade. E mais nada. Nada mais importava. Não importava a conta no banco. Não importava o peso do passado. Não importava o coração machucado. Não importava a incerteza do futuro. Não importava a saudade. Falta de planos, de grana, de amor, de sexo. Nada mais me impediria de ser feliz. Nem nada nem ninguém nem eu mesma. Não haveria tristeza suficiente. Eu era feliz independente de qualquer expectativa frustrada ou sonho não realizado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E por estar numa ilha de maioria católica, digo: que assim seja. Amém.

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 2

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 3

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 4

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 5

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 6

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 7
Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 8


Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 10

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,082,682SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Para não sofrerem com o calor, meninos de escola britânica vão de saia para o colégio!

Para protestar contra as regras de vestuário da escola, devido ao clima muito quente, 30 estudantes do sexo masculino, da ISCA Academy, de Exeter,...

Jaden Smith abre food truck de comida vegana gratuita para desabrigados

O cantor e ator Jaden Smith, 21 anos, filho do astro Will Smith, lançou em comemoração ao seu aniversário, que ocorreu nesta terça-feira (8),...

Sozinho, pai constrói ponto de ônibus para seus 2 filhos e colegas se protegerem do Sol em MG

Um pai de Brasilândia de Minas, município de 14 mil habitantes no noroeste mineiro, decidiu construir um ponto de ônibus para os dois filhos...

15 ideias para manter sua árvore de natal à provas de bichos de cães e gatos

Quem tem catioro ou gatíneo sabe que eles simplesmente são fascinados por árvores de natal ou qualquer outro elemento decorativo desta época. Eles AMAM ver...

Máquina transforma seu lixo reciclável em crédito de bilhete único ou desconto na luz

Conheça a Triciclo, um projeto que explora as Retorna Machines, que são máquinas de logística reversa de embalagens, as quais, através de um conceito inovador, que...

Instagram

Como viajar por um ano pode, de repente, traduzir o que é felicidade 11