Companhia aérea vai remover 55 milhões de itens de plástico de seus voos

Para cada quilômetro percorrido por um avião, gera-se 25 quilos de dióxido de carbono ejetados na atmosfera. Até que tenhamos um suprimento melhor de biocombustível para a aviação, existem outras maneiras adotadas pelas companhias aéreas para reduzir o impacto ambiental negativo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Air New Zealand, por exemplo, está cortando massivamente o uso de plástico nos seus voos – 55 milhões de itens à base de plástico serão retirados de circulação, pra ser mais exato. Mais leves, os aviões também vão economizar combustível.

A lista de itens de plástico, anunciada à imprensa no dia 8 de julho, é bem, bem longa: copos de plástico, garrafas de água, pacotinhos, bandejas, sacolas etc. Segundo a companhia aérea, os 55 milhões de itens retirados de circulação se traduzem em 4,7 milhões de quilos de CO2 anuais retirados da atmosfera.

Companhia aérea vai remover 55 milhões de itens de plástico de seus voos

E os passageiros não precisam se preocupar, pois não serão afetados pela mudança. Copos, pratos, talheres, garrafas, pacotes e sacolas, por exemplo, serão substituídos por versões reutilizáveis, ao invés dos velhos e obsoletos modelos descartáveis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Air New Zealand espera eliminar o uso de 200 mil peças de plástico por ano com essa iniciativa.

Para Anna Palairet, diretora de sustentabilidade da Air New Zealand, a ideia é fazer a diferença de alguma forma, ajudando o meio ambiente com a redução do consumo de carbono da companhia aérea.

E a iniciativa vem na hora certa: no ano passado, a empresa gerou 3,5 milhões de toneladas de dióxido de carbono, tornando-se uma das maiores poluidoras da Nova Zelândia.

Leia também: 

“O plástico de uso único é uma questão altamente atual e visível para nós e nossos clientes, por isso estamos muito satisfeitos em poder compartilhar esse progresso”, disse Anna.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma parte do lixo que descartamos nos aterros sanitários é biodegradável, o que significa que se decompõe com o tempo e é reciclado naturalmente no solo. No entanto, a maioria do que é descartado, como plástico e vidro, leva no mínimo décadas e em média, séculos, para se decompor na natureza.

Infelizmente, na Nova Zelândia ainda não há uma infraestrutura organizada o suficiente para reverter o quadro de desperdício de objetos potencialmente recicláveis – um problema crônico que também afeta o Brasil.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Good News Network/Foto: Reprodução/GNN

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,241,492SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal de cadeirantes monta sala de aula em garagem e alfabetiza crianças em SP

A perda do movimento das pernas e a limitação física não impediram Sônia Soranzo, 60 anos, e Jeferson Andrade, 55 anos, a seguir adiante...

A argumentação de uma criança para não comermos carne

Não sou vegetariano, mas confesso que de todos os adultos que ouvi me dizerem para não comer carne, essa criança, chamada Luiz Antônio, foi...

Alunas ensinam porteiro da escola e ele passa na faculdade em Vitória (ES)

Com a ajuda de alunos e professores de uma escola onde o porteiro Ozeilto Barbosa de Oliveira trabalha, ele pôde voltar a estudar e entrar...

Quem viajar com suéteres natalinos em algumas companhias americanas poderá entrar primeiro no avião

Conforme o mês de dezembro vai passando, o espírito natalino vai se instalando em nós e é muito difícil ficar alheio a ele, não...

Catador de recicláveis vítima de atropelamento ganha carrinho novo para poder voltar a trabalhar

Era apenas mais um dia de trabalho para o catador de recicláveis Luís Carlos, 40 anos, quando ele foi subitamente atropelado por um carro...

Instagram