Contra preconceito, mulheres fazem ato “Vai Ter Gorda na Praia”, sim!

Neste último domingo, 13, dezenas de mulheres se reuniram na praia de Itapuã, na capital baiana, em prol do movimento “Vai Ter Gorda”, manifestação popular que pretende combater o preconceito sofrido por indivíduos acima do peso, em especial mulheres, e levantar um debate acerca da gordofobia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O movimento começou em 2016 e este ano completa três anos de existência. O grupo surgiu com o intuito de combater a gordofobia, a valorização das mulheres gordas”, disse Adriana Santos, uma das idealizadoras do movimento.

De acordo com Adriana, o movimento baseia-se num histórico de lutas e ações reivindicatórias de políticas sociais e públicas que visam empoderar mulheres gordas e combater quaisquer formas de exclusões no mercado de trabalho, além de outras pautas ligadas aos direitos humanos.

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim!
Quinta manifestação do “Vai Ter Gorda na Praia”, que acontece em Salvador. Movimento começou em janeiro de 2016 e prospera até hoje. Foto: Arquivo Pessoal

O “Vai ter Gorda na Praia” começou há dois anos e em 2019, elas comemoram a quinta edição do movimento em Salvador.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémArtista redesenha personagens femininas como mulheres gordas visando valorizá-las

“O intuito de levar as mulheres gordas, em especial, para as praias, sejam elas de biquíni, maiôs, ou da maneira que quiserem ir, é para reafirmar, mais uma vez, que não existe padrão estético ou corporal”.

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim!
Manifestação reúne dezenas de mulheres na praia de Itapuã, em Salvador, contra o preconceito sofrido por pessoas acima do peso. — Foto: Arquivo Pessoal

Para a organizadora, a iniciativa visa chamar atenção da sociedade para o direito de mulheres gordas ocuparem os espaços público, tal qual qualquer cidadão brasileiro, sem sofrer retaliações ou discriminação.

Leia tambémProjeto ‘Eu, gorda’ empodera o corpo gordo feminino

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A gente precisa romper essas barreiras do preconceito, da discriminação e dizer um não à gordofobia”, concluiu.

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim!
Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Com informações: G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,574FãsCurtir
1,911,213SeguidoresSeguir
9,323SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Coronavírus ‘sela paz’ entre palestinos e israelenses: saúde é prioridade máxima!

Há anos o mundo não via um encontro pacífico entre palestinos e israelenses. A Autoridade Palestina e Israel sentaram na mesma mesa para firmar...

Instagram