Contra preconceito, mulheres fazem ato “Vai Ter Gorda na Praia”, sim!

Clique e ouça:

Neste último domingo, 13, dezenas de mulheres se reuniram na praia de Itapuã, na capital baiana, em prol do movimento “Vai Ter Gorda”, manifestação popular que pretende combater o preconceito sofrido por indivíduos acima do peso, em especial mulheres, e levantar um debate acerca da gordofobia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O movimento começou em 2016 e este ano completa três anos de existência. O grupo surgiu com o intuito de combater a gordofobia, a valorização das mulheres gordas”, disse Adriana Santos, uma das idealizadoras do movimento.

De acordo com Adriana, o movimento baseia-se num histórico de lutas e ações reivindicatórias de políticas sociais e públicas que visam empoderar mulheres gordas e combater quaisquer formas de exclusões no mercado de trabalho, além de outras pautas ligadas aos direitos humanos.

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim!
Quinta manifestação do “Vai Ter Gorda na Praia”, que acontece em Salvador. Movimento começou em janeiro de 2016 e prospera até hoje. Foto: Arquivo Pessoal

O “Vai ter Gorda na Praia” começou há dois anos e em 2019, elas comemoram a quinta edição do movimento em Salvador.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémArtista redesenha personagens femininas como mulheres gordas visando valorizá-las

“O intuito de levar as mulheres gordas, em especial, para as praias, sejam elas de biquíni, maiôs, ou da maneira que quiserem ir, é para reafirmar, mais uma vez, que não existe padrão estético ou corporal”.

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim!
Manifestação reúne dezenas de mulheres na praia de Itapuã, em Salvador, contra o preconceito sofrido por pessoas acima do peso. — Foto: Arquivo Pessoal

Para a organizadora, a iniciativa visa chamar atenção da sociedade para o direito de mulheres gordas ocuparem os espaços público, tal qual qualquer cidadão brasileiro, sem sofrer retaliações ou discriminação.

Leia tambémProjeto ‘Eu, gorda’ empodera o corpo gordo feminino

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A gente precisa romper essas barreiras do preconceito, da discriminação e dizer um não à gordofobia”, concluiu.

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim!
Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Com informações: G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,074,367FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,447SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário? Esta situação, hipotética para muitos, aconteceu com um garoto tailandês....

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Após 8 anos presos em gaiolas, leões de circo são resgatados e pisam na grama pela primeira vez

Não é de hoje que percebemos uma mudança radical nos cuidados aos animais de circo. O público tem cobrado mais responsabilidade com espaço, alimentação...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Instagram

Contra preconceito, mulheres fazem ato "Vai Ter Gorda na Praia", sim! 13