Coreano milionário acorda todo dia às 5h da manhã para limpar as ruas

Ao se aproximar de um estranho, bem vestido, pegando o lixo da rua com sua câmera, o senhor coreano os saúda com um belo e simpático sorriso. Este homem, “Sr. Yo”, como ele mesmo se identifica, é um investidor milionário com um hábito muito peculiar: nos últimos 11 anos, o empresário coreano que vive em Bahrain acorda todas as manhãs antes de amanhecer para limpar as ruas da cidade. E ao ser indagado a respeito do por que ele faz isso, ele simplesmente respondeu “Porque eu quero!”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Há um monte de lixo, e isso faz com que as pessoas fiquem doentes. Isso causa problemas.” Disse Sr. Yo.

De acordo com testemunhas, Yo é tão incomodado pelo lixo que nem suporta a visão de bitucas de cigarro minúsculas nas ruas. “Isso tudo é dinheiro”, ele diz, enquanto aponta para uma pilha de lixo. Ele classifica cada pedaço de lixo que ele recolhe e os coloca em sacos de reciclagem. 

Yo é popular entre seus vizinhos e amigos, todos falam muito dele e de sua dedicação incrível para a limpeza de um país que não é o seu próprio. “Hoje ele é um exemplo de simplicidade, modéstia e bela presença. Ele é um modelo para a juventude do Bahrein,”disse um de seus amigos árabes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

milionario-limpa-1 milionario-limpa-2 milionario-limpa-3

milionario-limpa-4

milionario-limpa-5

via

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,130,150SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Padre e Mãe de Santo se unem para levar alimento a desabrigados em SP

Um padre e uma mãe de santo unidos pelo mesmo objetivo: dar alimento a pessoas necessitadas em meio à pandemia do novo coronavírus. O padre...

Ele criou um projeto que prepara jovens da periferia para o mercado de trabalho

Num pequeno quarto de sua casa, com móveis e materiais encontrados no lixo, o jovem Miguel da Hora já impactou com o seu projeto autônomo mais de 7 mil pessoas, através de produções e desenvolvimento de tecnologias abertas com os jovens da periferia.

Idoso abandona trabalho para morar com amigo que tem câncer terminal em AL

Há cerca de seis meses, após deixar Brasília por conta de um desentendimento familiar, Severino Francisco dos Santos, 63 anos, chegou em Recife (PE)...

Desconhecidos ajudam nordestina de 96 anos a conhecer o Cristo

Depois de pensar que estava velha demais pra satisfazer o desejo de uma vida, dona Joana ganhou viagem ao Rio e pôde rezar aos...

Seleções masculina e feminina da Austrália terão salários iguais

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (6), a Federação Australiana de Futebol (FFA) anunciou que as jogadoras da seleção feminina vão receber o mesmo salário...

Instagram

Coreano milionário acorda todo dia às 5h da manhã para limpar as ruas 4