Corredor ajuda oponente a terminar corrida após suas pernas falharem a 100 metros da linha de chegada

No atletismo, os atletas competem não apenas uns com os outros, mas contra si mesmos, e a cada competição, eles se esforçam para alcançar um novo recorde pessoal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para um jovem corredor de Nebraska, nos EUA, seu melhor resultado pessoal não foi marcar o tempo mais rápido, mas mostrar seu grande coração.

Na última quinta-feira (21), o estudante Brandon Shutt partiu para a competição de cross country (um tipo de corrida em terreno aberto e acidentado), visando se classificar para o campeonato estadual.

Faltando 1,5 km para o término da corrida (de um total de 5 km), Brandon percebeu que não seria capaz de manter o ritmo necessário.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em vez de se arriscar a se machucar, ele diminuiu a velocidade para um ritmo confortável que lhe permitiria simplesmente aproveitar o momento e o dia.

Enquanto isso, outro competidor, Blake Cerveny, estudante do segundo ano da Omaha Burke High School, estava disputando um tipo de corrida muito diferente.

Com o objetivo de bater seu próprio recorde pessoal, após um início rápido, ele continuou a se esforçar muito. Faltando menos de 400 metros para a linha de chegada, as pernas de Blake se contraíram e falharam – causando-lhe cãibras.

Determinado a terminar, o jovem levantou-se do chão e continuou, apenas para cair novamente após mais 150 metros… e novamente, levantou-se e começou a correr. Desta vez, ele havia percorrido apenas 25 metros a mais antes de cair. Mas ele não se deu por vencido!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Preocupado, seu pai e seu treinador perguntaram a Blake se ele queria parar. Ele disse que não. Com um esforço extraordinário, o jovem corredor se levantou e com um andar instável, avançou para um empurrão final.

Ainda não era suficiente e ele sentia fortes dores. Faltando 100 metros para a linha de chegada, ele caiu no chão, sem conseguir levantar-se.

Antes que o pai de Blake pudesse alcançar seu filho, outro corredor – Brandon Schutt – estava ao seu lado para oferecer ajuda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sua primeira tentativa de levantar Blake falhou, mas, como ele, Brandon também se recusou a desistir. Com um segundo puxão, o rapaz pôs-se de pé novamente.

Segurando Blake nos ombros, com muito equilíbrio, Brandon completou os 100 metros finais do percurso devagar e em conjunto. Mais: garantiu que o corredor lesionado cruzasse a linha de chegada primeiro, provendo ao oponente um tempo mais rápido.

Infelizmente, por ter recebido ajuda, Blake foi desclassificado da competição, mas Brandon segue na classificatória estadual.

“Esta é a primeira vez que vejo um atleta parar sua corrida e trabalhar tanto para ajudar seu colega competidor a cruzar a linha de chegada”, disse o jornalista Jay Slagle, que narrou a corrida. “Talvez o mais impressionante seja que Brandon não teve praticamente nenhum tempo para pensar se deveria ajudar ou não; ele reagiu tão rapidamente que o fez instintivamente”.

No ultra-competitivo mundo que vivemos hoje, é inspirador ver que, para um atleta como Brandon Schutt, o valor do verdadeiro espírito esportivo conta – e muito.

Assista ao vídeo:

Junto à Stone, viajamos o Brasil para mostrar negócios que muita gente acha que não daria certo na nossa terrinha – e dão! Veja o 7º EP da websérie E se fosse no Brasil?

Fonte: GNN
Fotos: Jay Slagle

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,970,136SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Encontre: mulher espalha pokémons feitos de crochê em diversos pokéstops

Já pensou que barato encontrar um pokémon de verdade enquanto se joga o Pokémon Go? Se você fosse morador do Texas, nos Estados Unidos,...

Casal faz ensaio comovente para registrar espera do filho adotivo

Este casal fez um lindo ensaio para esperar a chegada de seu filho adotivo e nos emocionou muito. Priscila e Elias querem ser pais, não...

Bombeiros ‘resgatam’ boneco de rapaz com deficiência intelectual em SC

No último domingo (23), o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville (SC) atendeu uma solicitação de busca bem longe de ser comum: o resgate...

Guarda costeira italiana conta com cães salva-vidas para proteger suas praias

A raça canina Terra Nova foi apelidada de cão salva-vidas e com razão. Além de sua inteligência e disposição gentil, estes cães são conhecidos por...

Nesse food truck, eles pegam alimentos que iriam para o lixo e transformam em refeições para moradores de rua

Os número são alarmantes: cerca de 40 mil toneladas de alimentos são desperdiçados por dia (isso mesmo, por dia!) no Brasil, segundo a Empresa Brasileira de...

Instagram