Início ETC Animais Costureira produz roupinhas quentinhas para cães de homem em situação de rua

Costureira produz roupinhas quentinhas para cães de homem em situação de rua

O frio atinge a todos, não é mesmo? O que faz a gente pensar nos animais que vivem nas ruas. Como fazem pra se manter quentinhos no inverno? A mesma pergunta fez uma costureira de São Roque, no interior de São Pulo. Mais do que isso: costurou roupinhas para os cachorros de um morador em situação de rua.

A Mariana Oliveira conta que o homem, que normalmente fica no centro da cidade, é conhecido por todos, assim como os quatro cãezinhos que o acompanham. “Eu estava passando e vi os cachorros encolhidos de frio. Perguntei para ele se aceitaria as roupinhas e ele ficou muito feliz”, diz.

Costureira de mão cheia, Mariana começou então a produzir as roupas para os animais em seu ateliê. Além disso, junto com os vizinhos, entrega comida e ração para o homem e seus animais.

[Esdras começou a cuidar de animais abandonados aos 14 anos. Hoje, ele mantém um abrigo, mas o espaço é alugado. O jovem protetor precisa comprar um terreno para construir um abrigo próprio. Esdras vai poder acolher mais animais vítimas de maus-tratos com a qualidade de vida que eles merecem! Saiba como ajudá-lo aqui.]

costureira roupinhas cães homem situação rua

costureira roupinhas cães homem situação rua

E olha que essa não é a primeira vez que ela faz as roupinhas. É que Mariana não gosta muito de divulgar. Desta vez, um amigo que estava com ela no momento da entrega das roupinhas resolveu registrar e publicar nas redes sociais.

Mariana garante que o homem cuida muito bem dos seus fieis companheiros, que estão sempre limpos e bem alimentados. Ela entregou as roupinhas no início da semana passada e, na quinta-feira (18), o homem foi até o ateliê dela para mostrar como as roupinhas caíram bem nos bichinhos. E não é que caíram? Fofos!

“Foi uma coisa que me tocou e eu fiz. Eu ajudo quando posso, mas não divulgo. Os cachorros ficaram muito felizes e foi gratificante. Tomara que essa corrente sirva de exemplo para outras pessoas ajudarem também.”

costureira roupinhas cães homem situação rua

Família grande

A costureira é formada em um curso técnico de veterinária, tem 19 animais de estimação na chácara onde mora: oito cachorros e cinco gatos, além de coelhos e jabutis. Todos adotados!

Mariana tem plena consciência que os animais demandam bastante cuidado e atenção. Por isso, já deixou até de sair para alguns lugares para ficar com eles.

costureira roupinhas cães homem situação rua

Para dar conta de todos os animais, ela conta com o marido, Dineu Moraes, que também esteve presente na hora de fazer as roupinhas. Além do mais, tem um custo (alto!), mas Mariana garante que vale muito a pena.

costureira roupinhas cães homem situação rua

“Tem que gostar, é uma alegria ter todos esses animais em casa. Se vale a pena? Não tem preço vê-los bem. Só não tenho mais porque não tenho condições”, finaliza.

Mãezona a Mariana, né?! ❤

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1/Fotos: Mariana Oliveira/Arquivo pessoal

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,422FãsCurtir
1,681,743SeguidoresSeguir
8,252SeguidoresSeguir
11,000InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadora de Manaus desenvolve plástico biodegradável a partir do cará

Quem já comeu sabe o quanto o cará é saboroso. O tubérculo, que é bem parecido com o inhame, é rico em fibras e...

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Jovem abre espetinho e amigos aparecem para ‘dar uma força’ em Curitiba (PR)

No início deste mês, o usuário @Chrystofer_99 comentou no seu Twitter que planejava abrir um espetinho. A ideia era fazer um 'teste' com sua família,...

Instagram