Internautas fazem vaquinha para ajudar cozinheira que adotou sobrinhos gêmeos após perder irmã e mãe para Covid

Mesmo com todas as dificuldades do dia a dia, a cozinheira Rosilda Martins de Oliveira, 44 anos, passou a cuidar dos sobrinhos gêmeos após a irmã e a mãe dela morrerem em março deste ano, em um intervalo de 12 dias, por causa da Covid-19, em Goiânia (GO).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agora, ela pede ajuda para comprar leite, fraldas, roupas e pomadas para as crianças, que têm apenas 10 meses de vida. Criamos uma vaquinha para Rosilda arcar com os custos para criar as crianças. Clique aqui para acessar o site da VOAA e fazer uma contribuição! Aceitamos doações via Pix, sem valor mínimo. É super rápido e fácil 😉

Dificuldades financeiras

A renda da família não é suficiente. Rosilda tem um restaurante que, com a pandemia, ficou um bom tempo fechado e os clientes praticamente sumiram.

O marido, Enivaldo Moreira, 60 anos, trabalha como frentista e o pai dos gêmeos é caseiro e nunca mais procurou os filhos. Eles ainda criam um netinho de 7 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A família ainda tem uma dívida de R$ 1.400 do enterro da mãe e da irmã, sem contar que no começo de agosto, Rosilda passou por uma cirurgia de hérnia umbilical, e terá que ficar dois meses em repouso e sem trabalhar. O marido acabou de se recuperar do Covid e ficou dois meses afastado.

Vamos apoiar essa família que precisa tanto da gente neste momento?! Clique aqui e acesse agora o site da vaquinha!

vaquinha voaa tia adotou bebês perderam mãe avó covid

Mãe morreu sem conhecer os gêmeos e Rosilda está com a guarda

A mãe dos gêmeos, Márcia Martins, 24 anos, morreu dias após o parto dos gêmeos, decorrente de complicações do Covid.

Pelo seu estado de saúde, teve que fazer um parto de emergência com 8 meses de gestação. Após a cesárea no dia 27/02, logo em seguida, foi entubada. Infelizmente, faleceu 15 dias depois, 17 de março, sem ao menos conhecer os filhos Luiz Eduardo e Maria Eduarda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sua mãe, Alice, de 60 anos, foi internada no dia 15 de março e faleceu no dia 29 de março, de Covid também.

Rosilda tem a guarda provisória dos pequenos e já entrou com pedido da guarda definitiva e assim que conseguir a decisão, vai registrar os gêmeos em seu nome e de seu esposo.

“Está difícil para seguir. Perdi minha mãe e minha irmã. Estou muito triste. Dói muito perder a mãe. A gente batalha para cuidar dessas crianças”, conta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Clique aqui e vamos mudar a vida da Rosilda e de sua família!

Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

República de idosas em BH promove campanha de apadrinhamento de cartinha de Natal

Provavelmente muita gente já ouviu falar da campanha de apadrinhamento de cartas de Natal  de crianças. Só que o pessoal do BHAZ encontrou uma...

Com muito amor, vovó tricota gorrinho para gato de estimação e viraliza [VIDEO]

No início desta semana, a estudante de medicina veterinária Gaby Bazan compartilhou um vídeo no TikTok que mostra o momento de pura ternura da...

Um pai que acalma seu filho quando começa a cantar

Ano passado mostramos um bebê que chorou ao escutar sua mãe cantar pra ele, relembrem aqui. Mas hoje mostraremos um vídeo do oposto, nele um...

Reação de um bebê de 8 meses, ao ouvir sua mãe pela primeira vez

Já mostramos aqui no RPA, a reação de criança de 2 anos ao ouvir a voz de sua mãe pela primeira vez, agora mostramos algo...

Menino visita a avó todos os dias para lerem uma história juntos durante a quarentena

Todo mundo sabe o quanto as coisas mudaram depois de março. O isolamento fez a gente se readaptar de todas as formas. E esse...

Instagram