Criança comanda projeto que recolhe lixo eletrônico na casa das pessoas e ensina como descartá-los

Victor Ruffino comanda um projeto que recolhe o resíduo eletrônico na casa das pessoas, ensina como descartá-lo e leva o que ainda pode ser aproveitado para uma ONG de reciclagem. Participa também da campanha “Nobre Doar” recolhendo roupas usadas para pessoas carentes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Victor, e mais três outras crianças que fizeram pequenos-grandes movimentos para mudar o mundo, estão concorrendo ao Meus Prêmios Nick, que é uma campanha que já está na 15ª edição e neste ano de 2014  estão anunciando sua nova categoria de competição chamada “Agente Transforma – Reciclar o Mundo” que tem como conceito o “kids empowerment”, ou empoderar as crianças.

Abaixo, uma lista de perguntas que ele respondeu à assessoria de imprensa Noticeria:

-Qual é a importância do meio ambiente para você?

Na minha opinião,  o meio ambiente é muito mais do que “mato”. Dependemos dele todos os dias, afinal é ele que oferece as condições de vida e principalmente o ar puro que respiramos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

– Como surgiu a ideia de recolher o resíduo eletrônico?

A ideia veio quando um professor perguntou para minha sala, de 40 alunos, o que é lixo eletrônico e ninguém soube responder. Me interessei pelo assunto e decidi investigar, em 2013.

– Quais as pessoas te ajudaram neste recolhimento do lixo?

Vários amigos já me ajudaram. Hoje conto principalmente com a minha mãe que cuida da divulgação da causa.

– Você ainda faz este projeto?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sim, ele ainda existe, mas atualmente estou dando mais atenção para um novo projeto, o Nobre Doar. Ele começou este ano, em uma gincana na escola e tem o objetivo de doar roupas, calçados e brinquedos para pessoas e instituições carentes.

– Por que você quis participar?

Sou o monitor da sala e percebi que minha participação seria essencial no crescimento do projeto, principalmente para dar o bom exemplo aos meus colegas.

– O que você quer ser quando adulto? Já pensou em alguma profissão?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quero ser médico a profissão do bem, que ajuda os outros.

– Qual foi sua reação quando soube que ia participar da premiação?

Foi um espanto e felicidade saber que um projeto onde quase ninguém apoiava hoje está sendo apoiado pela Tang juntamente com a Nickelodeon e ganhando uma grande visibilidade.

– O que esta premiação significa para você?

Me sinto com o dever cumprido,  mas sabendo que meu trabalho ainda não acabou, existem muitas pessoas que ainda precisam da minha ajuda.

-Tem alguma informação adicional?

Gostaria de agradecer a todos que acreditam que as crianças de hoje em dia  também se preocupa com o próximo.

agente-transforma-1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,508,125SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Coral de voluntários cantava em hospital quando se deparou com maestro famoso

Pra surpresa do grupo, Isaac Karabtchevsky, que fazia exames de rotina, se ofereceu para reger o coro em uma canção.

Surfista salva turistas que estavam se afogando com a ajuda de filho de 5 anos

Graças ao pequeno Heitor, de 5 anos, dois turistas que estavam se afogando no Guarujá, litoral sul de São Paulo, conseguiram se salvar. Heitor...

Bauducco cria “Dia da Fatia” para ajudar crianças e jovens carentes

Parceria da Bauducco com a ONG Instituto Fazendo História ajudará crianças e adolescentes que estão morando em casas de acolhimento.

Série de fotos com cães adotados e donos tatuados quer acabar com o preconceito

Iniciado em setembro de 2012, o projeto Tattoos & Rescues do fotógrafo Brian Batista busca acabar com alguns estereótipos. Ao unir dois preconceitos diferentes, pessoas tatuadas e cachorros resgatados,...

Designer pernambucano vence competição mundial de mobilidade sustentável

O designer pernambucano Dayvid Almeida, 27 anos, ganhou uma competição global, organizada pela Michelin North America, que reconhece jovens designers que desenvolvem projetos de...

Instagram