Crianças de hospital escrevem cartas com mensagens de amor para cãoterapeuta doente

Um cãozinho terapeuta recebeu dezenas de cartinhas de gratidão e apoio das crianças do Hospital Universitário de Jundiaí (SP), depois que foi diagnosticado com um câncer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Apollo, um golden retriever de 8 anos, integra a equipe do projeto ‘Cãoterapia’ do Hospital Universitário há dois anos. Desde então, ele conquistou o carinho das crianças, dos pais e funcionários do hospital.

A tutora do golden, Larissa Hoffmann Antunes, 29 anos, procurou o hospital em 2018 para oferecer o projeto.

cão terapeuta hospital carta gratidão crianças

O projeto foi tão bem recebido que Apollo virou um grande companheiro das crianças do hospital e, em um momento difícil, foram elas que deram forças para Apollo e a dona.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Garoto autista começa a conversar após fazer terapia com cães

Recentemente, o golden retriever foi diagnosticado com um tumor na mandíbula e precisou passar por uma cirurgia. Ele precisou se afastar do hospital por um tempo, mas o carinho das crianças era tamanho que Tatiane Keller, coordenadora do voluntariado da unidade, criou uma ação para mandar boas energias ao cachorrinho.

cão terapeuta hospital carta gratidão crianças

O hospital colocou uma urna na recepção com uma foto de Apollo e uma mensagem, explicando o que ele estava passando.

Dezenas de cartas de apoio e agradecimento foram depositadas na urna e entregues à Larissa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Resolvemos retribuir o carinho do Apollo e também da Larissa para que ela soubesse que estávamos orando e mandando energias positivas”, explica Tatiane.

“Em uma [das cartas], uma menina colocou o telefone do pai dela na carta, no caso do Apollo precisar de carinho”, lembra.

Felizmente, o cão recebeu alta e para a felicidade das crianças, deve voltar ao hospital em fevereiro.

“Eu não sei nem descrever o que eu senti enquanto lia todas aquelas mensagens das crianças, aquelas boas energias, o carinho que as crianças, funcionários, os pais e mães das crianças têm pelo Apollo. Fiquei muito emocionada. É muito bom ver o quanto ele é querido. É muito bom ver que o nosso trabalho tem dado resultado. Isso nos deixou com ainda mais vontade de fazer bem a essas crianças, de levar alegria para o hospital”, conta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

cão terapeuta hospital carta gratidão crianças

“Nessas horas de enfermidade, a gente fica com o emocional muito abalado e eu tenho certeza que ele entedia tudo. Ele entendia minha angústia, minha tristeza e me fez um bem muito grande. Eu não sei nem explicar a importância dele na minha vida. Ele é mais do que meu cachorro, ele é meu grande amigo, um companheiro muito especial. Eu tenho certeza que ele entrou na minha vida por um propósito”, diz.

cão terapeuta hospital carta gratidão crianças

O Apollo é o primeiro cão a fazer a ‘cãoterapia’ em Jundiaí. O projeto foi apresentado para o hospital e para o controle de infecção. Ele tem autorização para ficar na brinquedoteca e na recepção do hospital, mas não passa dentro da unidade. Claro, tem algumas condições para ele poder ir, como banho antes de ir até a unidade, vacinas em dia e também um laudo veterinário. Tem toda uma burocracia, afinal, é um cachorro dentro de um hospital”, explica a coordenadora do voluntariado.

Tatiane garante que a presença de Apollo auxilia (e muito!) no tratamento de muitas crianças.

“Ajuda de uma forma que a criança esquece a dor. Lógico, não é uma cura, mas a criança se abre mais para o tratamento e fica feliz com a presença dele. Ele é muito dócil. O ambiente hospitalar é pesado para uma criança e elas interagem tão bem com ele que o tempo passa mais rápido.”

Já Larissa diz que a interação e o carinho também fazem muito bem para o próprio Apollo, que sente falta do hospital e dos pacientes.

Isso faz muito, muito bem para ele. Ele adora, ele ama crianças de paixão. Ele adora carinho, adora brincar. O Apollo fica feliz ao entrar no hospital, ele gosta. Eu senti que era minha vez de ajudá-lo. Ele me ajudou muito quando precisei e era minha vez de dar forças para ele”, finaliza.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1/Fotos: Tatiane Keller/Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,843,411SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ativista de 16 anos é indicada ao Nobel da Paz por luta contra mudanças climáticas

A sueca Greta Thunberg, incomodada com a inércia dos políticos em relação ao aquecimento global, resolveu protestar sozinha com um único cartaz na mão. Era...

Vereadores de cidade do Paraná irão reduzir salários de R$ 6.210,00 para R$ 800,00 após pressão popular

Os vereadores da Câmara de São Mateus do Sul, cidade que fica a 160 km de Curitiba, no sul do Paraná, aprovaram nessa segunda-feira,...

Avós acampam em estacionamento de hospital para conhecer neto recém-nascido

Na última quarta-feira (22), o bebê de Emilly e Tommy Edwards nasceu em um hospital do Alabama, nos EUA. Devido à pandemia, seus avós...

As fotos de uma menina de dois anos que pensou que uma noiva era a princesa do seu livro irão alegrar seu dia

Não é todos os dias que se conhece uma princesa, não é mesmo? Então é bastante compreensível que uma menina de 2 anos fique muito...

Estudo diz que cetamina pode ajudar no tratamento de pacientes com depressão e pensamentos suicidas

Não é de hoje que estudos apontam a eficiência da cetamina no tratamento de algumas doenças psicoemocionais. Agora em 2021, um experimento publicado na...

Instagram