Crianças não alfabetizadas de escola em Porto Alegre criam suas próprias histórias

Na Escola de Educação Infantil Aprendendo a Crescer, em Porto Alegre, as crianças ainda não alfabetizadas são estimuladas a criar suas próprias histórias e publicar esse material.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde 2014, eles fizeram sete livros, com direito a evento especial de lançamento e autógrafos dos guris rabiscados em duas edições da Feira do Livro de Porto Alegre.

Com isso, espera-se que as crianças desenvolvam sua autonomia, a criatividade, a leitura e a escrita desde pequeninhos. A escola disse que houve uma mudança significativa no comportamento dos alunos. Hoje, eles são mais pró-ativos e independentes, sendo protagonistas na construção de suas histórias.

Feira do Livro 2015_2_Crédito Babi Cocolichio

Feira do Livro 2015_3_Babi Cocolichio

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Feira do Livro 2015_Crédito Babi Cocolichio

Feira do Livro_4_Crédito Babi Cocolichio

Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,645,514SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Esta declaração de amor está inspirando milhares de pessoas na internet

Já foram mais de 200 mil likes na publicação, e milhares de comentários apaixonados.

Aos 100 anos de idade, casal apaixonado se casa em lar de idosos

John completou recentemente 100 anos de idade. Já Phyllis completará 103 no mês que vem (8 de agosto). A dupla se conheceu no ano...

Fórum para igualdade racial em SP dá oportunidades a profissionais negros

O III Fórum Sim à Igualdade Racial terá a participação da apresentadora Glória Maria.

Ele se separou da namorada, mas escolheu ser o pai dos filhos dela

A paternidade na vida de Fellipe aconteceu de uma maneira muito natural, antes mesmo de ser uma escolha pensada.

Após perder o movimento de um braço, cearense aprende a cortar cabelo com a outra mão

O jovem Williame Martins, 26 anos, precisou se reinventar após perder os movimentos do braço direito em um acidente de moto. O cearense, lá...

Instagram