Crianças vendem slimes para alimentar cães em situação de rua

0
3144

Há algumas semanas, João Gabriel, 7 anos, e a prima Valentina, de 9 anos, tiveram a ideia de montar uma ‘lojinha’ improvisada na frente da casa da avó para vender slimes visando arrecadar dinheiro para alimentar cães em situação de rua em Cordeiro (RJ).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O preço de cada slime varia entre R$ 2 e R$ 5. Todo o lucro será destinado à compra de ração e suprimentos para os cachorros encontrados nas ruas, praças e becos do bairro Santa Tereza e entorno.

“Eu e a mãe de Valentina (Inês), compramos todo material que seria utilizado para a fabricação dos slimes. Daí, eles tiveram a ideia de arrecadar para doar ração aos pets de rua de Cordeiro”, contou Carol, mãe de João Gabriel.

Crianças vendem slimes para ajudar cães em situação de rua

Leia também: Bar nos EUA abriga cães resgatados prontos para serem adotados

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Carol conta que entrou em contato com a ativista Andréia Bianchini, moradora de Cordeiro conhecida por alimentar os cães de rua da cidade, para receber as doações e ajudar na distribuição dos alimentos.

Crianças vendem slimes para ajudar cães em situação de rua

“O mais lindo tem sido ver a população se mobilizando e compartilhando a ação, querendo ajudar”, contou Carol.

O slime é uma espécie de massa de modelar que costuma fazer o maior sucesso entre as crianças. A palavra significa ‘viscoso’ ou ‘pegajoso’.

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Serra News RJ/Fotos: Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.