Cuidadora conta como é a rotina com paciente com mieloma múltiplo

Ter a companhia de alguém com certeza deixa a vida mais leve, ainda mais em casos nos quais isso não é apenas uma escolha e sim uma necessidade. Pessoas diagnosticadas com mieloma múltiplo, câncer dos plasmócitos da medula óssea, passam a contar não só com tratamentos específicos em sua rotina, mas um alguém especial em prol de sua qualidade de vida: o cuidador.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A professora Simone de Oliveira Vicente Brasileiro começou a trabalhar cedo e a irmã, Juliana, era quem cuidava dos sobrinhos. Anos depois, o acaso fez com que a situação fosse contrária. Com o mieloma múltiplo, o corpo do paciente vai se debilitando, reduzindo as atividades cotidianas a medida em que vai avançando, prejudicando principalmente os ossos.

Dessa maneira, Simone se tornou a cuidadora de Juliana, unindo mais ainda os laços entre as duas irmãs. Driblando as fragilidades que a doença traz, elas se tornaram companheiras do início ao fim do dia, desde um passeio pela rua até a ida ao médico.

Apesar do susto inicial na família e das adaptações na rotina de ambas, o sentimento de poder ajudar uma pessoa é gratificante. Doar-se para o outro é o que os fortalece para seguir em frente. Dá uma olhada na emocionante história das irmãs em um vídeo feito pela farmacêutica Takeda:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Paciente com mieloma múltiplo fala sobre a importância de ter cuidadores em sua rotina

*Artigo co-criado em parceria com Takeda Oncology

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após vários “nãos”, rapaz com autismo faz a tão sonhada tatuagem

Porque as pessoas com autismo têm plenas condições de decidir o que elas querem!

Conheça a mais velha ginasta do mundo com 88 anos de idade

Johanna Quaas é alemã, tem 88 anos de idade, e é a ginasta mais velha do mundo. Quando mais nova ela aprendeu sobre ginástica...

Cadeira movida a energia solar permite a pessoas com deficiência física curtirem o mar

Na Grécia, uma cadeira especial permite que pessoas com algum tipo de deficiência física possam entrar e sair do mar sozinhas. Não é incrível?...

Com criatividade, casal ‘explica’ de onde vêm os bebês

O fotógrafo canadense Patrice Laroche e sua mulher, Sandra Denis, encontraram uma maneira lúdica e didática de demonstrar o processo da "criação" de um...

Após ser ajudado, enfermeiro que dormia em terraço doa comida a famílias e leva moradores de rua para almoçar

O técnico de enfermagem Ildo não para, gente! Eu sempre acreditei que quem precisa de ajuda é o primeiro a ajudar quem também precisa...

Instagram