Dado como morto e com paralisia cerebral, indiano conclui doutorado

O indiano Akshansh Gupta, 32 anos, terminou recentemente seu doutorado em interface cérebro-computador na prestigiada Universidae Jawaharial Nehru, em seu país natal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gupta, dado como morto ao nascer, superou a paralisia cerebral, condição neurológica que limita seus movimentos e sua capacidade de falar. Ele também não pode andar, andar sozinho na cadeira de rodas ou mesmo se alimentar sozinhos.

“Acho que, se você é determinado, pode conseguir qualquer coisa”, diz Gupta.

Segundo informações, a Índia tem mais de 25 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência e falta estrutura para apoiá-los. VEJA O VÍDEO.

1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

2

3

4

5

6

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

7

8

9

10

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

11

Todas as imagens: Reprodução/YouTube

via [Uol]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Dado como morto e com paralisia cerebral, indiano conclui doutorado 4

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,967,204SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Deficiente auditiva faz blog com tutoriais de maquiagem

A Larissa Jorge é portadora de deficiência auditiva e faz vídeos de tutoriais de maquiagem em Libras (língua de sinais brasileira) com legenda em...

Texto de Gregório Duvivier falando sobre o amor por sua ex, Clarice Falcão, deixa a web apaixonada

Vamos começar a semana com palavras doces e de amor? Hoje o Gregório Duvivier utilizou sua coluna na Folha de S. Paulo para falar sobre...

Mulher pede ao marido nunca deixar de molhar sua planta depois que morrer, anos depois ele descobre que é de plástico

Antonia Nicol trabalha no corpo de bombeiros de Londres, mas seu pai vive na África do Sul, na cidade de Johanesburgo. Infelizmente, por conta...

Há 17 anos ela dá aulas de natação de graça para quem não pode pagar, em Salvador

Quem não vive em uma cidade litorânea pensa que quem tem a sorte de viver, deve dar um mergulho todos os dias, não é...

Policial adota cinco filhos de vítima de homicídio após atender ocorrência no RN

Mais uma daquelas histórias que prova que o amor é uma escolha! A policial civil Flaviana Bezerra escolheu amar cinco filhos de uma vítima...

Instagram

Dado como morto e com paralisia cerebral, indiano conclui doutorado 5