Professor de 60 anos viaja de moto pra levar atividades aos seus alunos sem internet, no PE

Quando falamos de educação à distância em tempos de coronavírus, muitas vezes nos esquecemos que, um em cada quatro brasileiros simplesmente não têm acesso à internet. Foi pensando neles, que o professor José Jovino da Silva, que dá aula na Escola Professora Porfíria de Araújo, no Agreste de Pernambuco,  decidiu levar todas as atividades para seus alunos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na zona rural de Tacaimbó é quase impossível encontrar alguém que tenha internet em casa. E com as aulas presenciais canceladas devido à pandemia, o professor de 60 anos se deu conta de que a educação de seus alunos dependeria dele mesmo.

Foi então que surgiu a ideia: “A secretaria de Educação do município me comunicou que ia trabalhar online com os meninos. Eu falei: ‘aqui na zona rural não tem internet, só quatro casas têm, são 14 casas. Atendia a quatro casas, e as outras dez? Como fazer?”, questionou.

professor entrega atividades alunos
Foto: arquivo pessoal

Preocupado em deixar os alunos meses longe dos estudos, ele começou a imprimir todas as atividades e as distribuí-las. Todo início da semana, José Jovino sai religiosamente para entregar a lição de casa e recolher as que já foram respondidas para corrigir.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo ele, o lado bom do cancelamento das aulas é que os pais estão ajudando mais seus filhos com as tarefas. “Eu tenho observado o interesse que os pais têm em resolver as atividades com os meninos”, disse o professor.

Adilma Severina, mãe de um de seus alunos, concorda com a importância da parceria entre pais e filhos durante este período: “É muita coisa, os meninos vão desenvolvendo mais um pouco, se ficar parado é pior”, afirma.

José Jovino professor de pernambuco
Foto: arquivo pessoal

Em 30 anos de carreira, esta é a primeira vez que algo do gênero acontece com José, que sabe enxergar o lado bom disto tudo: “O desempenho está bom, quando eu passo nas casas, tiro fotos deles lendo, uma maravilha. Eu tenho notado que a aprendizagem está indo bem”, diz orgulhoso.

O pequeno Vitor Samuel, de cinco anos, é só elogios ao querido professor. “Gosto dele porque ele me ensinou o nome”, diz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais do que amor pela profissão, o que José Jovino faz é cuidar daqueles que representam o futuro de nosso país!

Fonte: Se Liga Belo Jardim

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,434,652SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empregada doméstica por 25 anos, ela se reinventou aos 50 e conquistou a sua independência financeira

De recomeço, a Rosangela entende muito bem! Ela assina embaixo quando dizemos que nunca é tarde para se reinventar. Depois de 25 anos trabalhando...

Com audiodescrição, voluntária faz noivos cegos “enxergarem” casamento

O casamento de Roberta Fernandes, 37, e Rafael Maurício da Silva, 38, no último dia 23 de junho, em Osasco (Grande São Paulo), foi...

Jovem tatua rosto do irmão que tem Down

O amor fraterno é uma das relações mais bonitas e leais que existem.Um vídeo mostrando o amor entre dois irmãos viralizou na internet, e...

Os cinco maiores arrependimentos que as pessoas tem antes de morrer

Uma especialista em cuidados paliativos do Einstein, a Dra. Ana Cláudia Arantes comenta os cinco maiores arrependimentos que as pessoas têm antes de morrer. Confesso que...

Voluntários criam app com consulta online e monitoramento de pacientes com Covid-19

A ideia é genial, é um combo de ações para enfrentamento ao coronavírus numa só plataforma. O app Corona Track Brasil vai oferecer monitoramento...

Instagram