“Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu” [VIDEO]

Abraçar é dizer com as mãos o que a boca não consegue, porque nem sempre existe palavra para dizer tudo“, disse uma vez o poeta Mário Quintana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O que um abraço representa pra você? Para muitas pessoas, esse gesto acalma a alma, traz conforto, cura e esperança em dias melhores.

Pensando nisso, o Razões foi para a Avenida Paulista, no centro de São Paulo (SP), levar amor para pessoas desconhecidas, que ao mesmo tempo em que carregam sentimentos de saudade, solidão, luto e angústia, lutam para não deixar isso prevalecer em seu dia a dia.

Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu
Foto: Razões Para Acreditar

Com uma venda nos olhos e munido de um cartaz que dizia: “Você está com saudade de alguém? Eu posso te abraçar ❤️”, o jornalista Joe Carvalho, da nossa equipe de produção de vídeos, ficou parado na rua esperando as pessoas se aproximarem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Pensando no que escrever no cartaz, concluí que as pessoas ficaram muito tempo privadas de abraçar quem amavam, então decidi que essa seria uma das frases. A ideia da venda era pra mostrar que não importa a aparência da pessoa, o abraço transcende isso tudo”, explicou Joe.

Não demorou muito para uma mulher chegar até ele e perguntar: “Oi, posso abraçar?“.

Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu
Foto: Razões Para Acreditar

“Pode, claro! Você está com saudade de quem?”, respondeu Joe.

Estou com saudade do meu filho“, diz ela. Joe questiona se ele mora em outra cidade, mas logo vem o choque: “Não, ele faleceu… Três aninhos ele tinha“. 😔

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A dura verdade, carregada naquelas poucas palavras, deixou o jornalista sem reação. “Obrigado pelo abraço”, diz então a mulher, antes de se despedir. “Obrigado você por ter parado aqui”.

Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu
Foto: Razões Para Acreditar

“Aqui eu não consegui falar nada pra ela… Mas o que ela estava precisando mesmo era daquele abraço“, afirmou Joe.

Em meio à multidão de pessoas que passavam pela rua, apressadas demais para chegar à escola ou ao trabalho, ele aguardou pacientemente alguém se aproximar de novo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

"Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu" [VIDEO] 1
Foto: Razões Para Acreditar

Eis que alguns minutos depois, um homem aparece. “Dá um abraço jovem? Eu sou o Charles”, diz.

Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu
Foto: Razões Para Acreditar

“E você, tá com saudade de quem?”, questiona Joe. “Da minha mãe e do meu pai. Minha mãe faleceu em 2015. E meu pai em 2007“.

“É uma saudade que não acaba nunca, né?” 🥺

“É cara, e a gente se sente muitas das vezes solitário, né?”. Em seguida, ele comenta que “acha muito legal” a ideia de que Joe está vendado e não pode vê-lo, considerando ser fácil expor seus sentimentos, ainda que o momento se torne mais carregado emocionalmente.

Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu
Foto: Razões Para Acreditar

Por fim, Joe questiona o que o rapaz “pensa sobre abraços”: e sua resposta não poderia ser mais perfeita!

O abraço tem o poder de transformar a vida de uma pessoa“. ❤️

Repercussão

A experiência foi gravada em vídeo e postada no Insta do Razões neste sábado (11). Em menos de 48 horas, mais de 230 mil pessoas curtiram e comentaram na publicação!

Para Joe, estar ali sozinho, com uma venda e um cartaz foi diferente de absolutamente tudo que já fez e viu na vida.

“Demorou bastante tempo pra que as pessoas começassem a parar. Então a sensação era que eu estava ali sozinho preso nos meus pensamentos, mas com muita gente ao redor. Eu ficava imaginando quais histórias iriam chegar, tentando criar roteiros do que ia falar e tudo mais, mas aí a primeira história chegou e tudo o que eu achei que podia planejar, foi por água abaixo”, relembrou.

“Eram histórias fortes, de pessoas reais que estavam sentindo dor e precisavam de um abraço pra, de alguma forma, amenizar um pouquinho”, completou.

No Razões, a gente trabalha todos os dias com histórias muito impressionantes, mas ali naquele momento Joe estava pessoalmente sentindo o que as pessoas estavam falando. “Eu não sei explicar, mas parece de alguma forma eu consegui acessar um pouco daquela dor. Nos bastidores, depois de gravar, eu fiquei bastante abalado, me julguei por não ter conseguido raciocinar palavras de conforto, mais bem pensadas, pra aquelas pessoas, mas depois entendi que o que elas estavam precisando não eram de palavras, era daquele abraço”.

Assista ao vídeo:

Quer ver mais uma história inspiradora? Dá o play!

Fotos: Razões Para Acreditar

"Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu" [VIDEO] 2

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher tira camisa e se arrisca para salvar coala de incêndio na Austrália

A equipe veterinária que cuida da recuperação do bichinho afirmou que suas queimaduras são 'muito graves', mas garantiu que o coala passa bem.

Conheça a família alemã que vive praticamente sem usar dinheiro

Raphael Fellmer, 29 anos, e sua família levam uma vida muito frugal, que os permite viver sem gastar quase nenhum dinheiro. Eles conseguem seus alimentos...

Jovem cria websérie para conscientizar homens trans sobre o câncer de mama

O estudante afirmou que o vídeo é a “sua própria representatividade”, uma vez que nenhuma campanha sobre câncer de mama contempla as pessoas trans.

Cachorros esperam angustiados na porta de hospital onde tutor em situação de rua foi internado no PR

Amizade que é amizade está com a gente sempre, até nos momentos mais difíceis. Recentemente, um homem que vive em situação de rua em Cianorte,...

Coletivo utiliza impressão 3D para produzir 3 mil protetores faciais para hospitais

Surgiu em grupo de WhatsApp de alunos, ex-alunos e professores da UFRJ a ideia de produzir protetores faciais, os chamados face shields, para atender...

Instagram

"Eu decidi ir pra rua abraçar quem estava precisando e isso aqui aconteceu" [VIDEO] 3